quarta-feira, setembro 20, 2006

Palmas para Mário Jardel!

Li a entrevista do Mário Jardel n'A Bola (versão online obviamente) e não pude deixar de recordar as grandes alegrias que ele deu ao nosso FêCêPê!

Com ele em campo sabíamos que era só uma questão de tempo, porque o golo aparecia (quase) sempre...

A frágil estrutura mental quase o levou à miséria, mas graças à confiança que o Beira-Mar e o treinador Augusto Inácio têm depositado nele, voltou a encontrar o caminho da felicidade.

Para todos os portistas que forem ao estádio na próxima sexta-feira, porque nós sabemos acarinhar aqueles que dentro do campo dignificaram a camisola do FCP, eu deixo um apelo:


APLAUDAM O JARDEL !!!

22 Comments:

Blogger Michael Knight said...

Também acho que sim. Até porque ele vai ser contratado no Natal pelo FCP onde vai acabar a época com 35 golos.

20/9/06 11:25 da manhã  
Blogger Aníbal Letra said...

Jardel foi na minha opinião o Melhor marcador de golos que o Porto já teve. As culpas da sua ida para o Sporting só devem ser atribuídas a Octávio Machado. Lembram-se que ele chegou ao Aeroporto Sá Carneiro com o Cachecol ao pescoço?

Tenho algumas reservas em relação aos apelos que ouço para que o Jardel seja contratado ao Beira-Mar! Quem o vir jogar reconhece que ele está muito lento... e amorfo. Será que até ao Natal consegue recuperar a sua saúde física? Se o fizer... aí sim seria uma boa solução. Mas eu tenho muitas dúvidas!

20/9/06 11:38 da manhã  
Blogger Aníbal Letra said...

Em relação às palmas... as minhas estão garantidas... de pé se for preciso!

20/9/06 11:39 da manhã  
Blogger Michael Knight said...

Eu mais uma vez não arranjei convites :-(. Disse aquilo a brincar, óbviamente. Mas se a condição fisica melhorar, os 33 anos num ponta de lança não se sentem muito (ACosta).

20/9/06 11:50 da manhã  
Blogger Pedro Reis said...

Sinceramente não acredito que ele melhore para jogar ao nível do FCP, mas ficava contente que pelo menos ele tivesse sucesso no Beira-Mar e se recuperasse como homem.

20/9/06 12:04 da tarde  
Anonymous Daniel Pinto said...

"Limpo" fisicamente e psicologicamente falando acredito que Jardel seria uma boa solução atacante. As movimentaçõs na área são fantásticas e resolveria muito jogo na nossa Liga. Claro q apenas faria mais uma época e meia, mas nem acredito que nos poderia acrescentar algo. Vamos ver até ao Natal a sua evolução. Aníbal, o Jardel nos seus tempos de Porto ja em alguns jogos parecia amorfo (até irritava), mas num lance decidia o jogo. Eu não colocaria totalmente de parte vê-lo de novo de azul e branco, o clube onde ele realmente foi feliz. FORÇA PORTO!

20/9/06 12:24 da tarde  
Blogger JRP said...

A recuperação do Jardel, mais do que responsabilidade de Inácio, está ligada ao seu regresso ao seu mundo do Porto. Jardel voltou a frequentar os mesmos locais que frequentava quando foi um sucesso e está acompanhado pelas mesmas pessoas que o guiavam no Porto. Sei isso de fonte segura porque frequento, de há muitos anos, o restaurante do conhecido Artur (restaurante merendola, na Maia) que sempre o acompanhou em Portugal e que o tentou safar daquela fase negra no segundo ano do Sporting.
Sinceramente, não sei o que move o senhor (dinheiro? não me parece, ainda que pareça a resposta óbvia...), mas que ele é uma espécie de segundo pai do Jardel, não sobram dúvidas para quem os vê.
Jardel come lá com muita frequência (já agora, sobretudo picanha) e bebe uns copos valentes, aliás como fazia quando estava no nosso clube e nunca nenhum mal lhe fez (também era mais novo...), para além de se ter livrado das más influências que segundo consta envolviam droga e jogo.
Não sei se Jardel irá para o Porto como aqui e noutros fóruns do fcp se escreve, mas posso assegurar que ele está convicto que virá para o Porto em Dezembro.
Aliás, ele não esconde isso de ninguém. Na brincadeira, quando saíamos do restaurante, a minha mulher disse-lhe: "Toca a marcar golos aos outros, mas nenhum ao Porto", ao que ele respondeu "Não se preocupe. Pode apostar que estou no Porto em Dezembro", isto com aquela pronúncia brasileira que torna tudo mais caricato.

20/9/06 12:32 da tarde  
Blogger paulofsky said...

O Jardel não voltará a ser o Super Mário que já alguma vez foi. No período de jogador do FêCêPê tornou-se num extraordinário goleador, marcava golos de cabeça, pé dtº, pé esqº, de letra, só não cumpriu o desejo de marcar golos com a bunda.
Com certeza que o iremos receber com aplausos.
Ele já defrontou o FêCêPê enquanto jogador do sportem, sendo muito bem recebido nas Antas mas evidentemente foi vaiado na hora de bater aqueles dois penaltis inventados pelo mergulhador jvp, dos quais o 1º foi defendido com muita categoria pelo Vitor Baía.

20/9/06 1:03 da tarde  
Blogger O Situacionista said...

Caro Aníbal,
Não sei porquê, mas tenho o “feeling” que vamos ter de marcar, pelo menos, 2 golos para ganhar... ao Super-Mário e sua equipa !!!
O que é um belíssimo “desafio” para o FCPorto e, especialmente, para o nosso (tão criticado) ataque (já imaginaram o que (não) se dirá se o Jardel marca e o nosso ataque fica em branco ? Atenção, eu disse nosso ataque ...não, nossa equipa...).
Quanto ao apelo que faz (e muito bem), tantos exemplos já tivemos....olhe, e falando dos mais estrondosos, recordo-me de um que me tocou bastante e que aconteceu com o (s dispensados - jamais concordei, nesse aspecto, com Robson) Timofte e o JCouto no momento das suas substituições !!! A casa quase vinha abaixo !!! E estávamos a jogar com o Boavista e, creio, a perder 0-2 (até não sei se um dos golos não foi da autoria de um deles) !!
Os portistas têm uma grande qualidade - memória !!! Embora já tivessem tido mais...
P.s. - Se, a nível pessoal (muito, mas muito mais do que profissional), Super-Mário estivesse "limpo" (o que acho muito difícil, mas possível), porque não a sua compra ?

20/9/06 1:42 da tarde  
Blogger O Situacionista said...

ERRATA: onde se lê "Aníbal" deve ler-se "Pedro" !!!
As minhas desculpas aos visados !!!

20/9/06 2:33 da tarde  
Anonymous kostadinov said...

Elogiar as qualidades de pt de lança do Jardel é o mesmo que chover no molhado. Todos nós devemos mt ao Super Mario. Obrigado e pt final, ou melhor, reticencias...Não nos podemos esquecer que Jardel foi para o rival e deu-lhes um titulo e eu garanto-vos que nao me esqueço do gozo que ele deu aos portistas quando veio às Antas com o Sporting. Estava atras do banco dos dragões e bem vi o riso de gozo que jardel tinha qundo foi substituido....e bem me recordo do tempo que demorou para sair do campo...foi um autentico palhaço !!
Sei que estava a fazer o papel dele, mas o timofte, j.couto, drulovic, j andrade sempre que nos visitaram tiveram atitudes diferentes....
Fica apenas este reparo, para aqueles que ainda julgam que existe amor à camisola e jogadores que dão entrevistas verdadeira.

20/9/06 2:35 da tarde  
Blogger bLuE bOy said...

Caros bLuEs...
Antes de mais uma rectificação para o PAULOFSKY... Jardigol já marcou de «bunda» sim... procura nas tuas memórias um jogo Chaves-FCP para o campeonato... e terás a resposta!!
Quanto ao modo como Jardigol vai ser recebido... eu tenho certeza de uma coisa... BEM, MUITO BEM!!!
Felizmente, temos por norma uma boa memória e sabemos sempre nas horas certas, prestar o merecido tributo a quem tanto nos deu, a quem tanto nos ajudou!!
Isso para mim é indesmentivel!!!
Mesmo que mais nenhum dos presentes na 6ª feira no Dragôm o aplaudam, ele o meu vai receber e em pé... porque merece!!!
Só lhe peço que se mantenha longe da nossa baliza... e assim, ficarei mais tranquilo, senão, arriscamo-nos a que ele naquela sua maneira tosca, ao tentar chutar a bola para canto, acerta mas é em cheio nas nossas redes e lá teremos nós que correr atrás do prejuízo.
aKeLe aBrAçO
http://bibo-porto-carago.blogspot.com/

20/9/06 2:46 da tarde  
Anonymous ricadro n said...

Não foi apenas o Octávio que não o quis. O próprio Jardel teria certamente outras ambições... Pena foi não ver outras equipas europeias que não o Galatassaray a aproveitar o grande jogador que ele era na altura.
A minha sensação é que os grandes jogadores querem sair do nosso clube mas mais ano menos ano a maior parte deles estão a dizer que voltavam até de joelhos (lembram-se do Zahovic quando estava na grécia?).

20/9/06 6:30 da tarde  
Blogger paulofsky said...

Ok BLUE BOY, se o dizes então é porque foi. O único golo com a bochecha nadegal que me lembro foi a do 1-1 do Zahovic no jogo do titulo em alvalade com o sportem.
O Jardel tinha ambição de jogar num clube de maior dimensão, mas infelizmente para ele, nenhum tubarão europeu o quis contratar, aparecendo então o Galatazaray como interessado. Só que a ambientação do jogador e da família ao país não foi boa, e embora ele tenha marcado muitos golos, lá regressou mas com a cotação mais fraca. Mas quem sabe não esquece e o sportem lá aproveitou o jogador e o goleador.

20/9/06 10:02 da tarde  
Anonymous Pentadragão said...

Claro que o Jardel merece ser aplaudido. Só com o burro do Engenheiro Santinho no comando do nosso clube e com Jardel a marcar 36 golos é que não fomos campeões. Jardel foi o melhor avançado que passou pelo F.C.P. Nunca vi um gajo daqueles.

http://rascordonline.planetaclix.pt

21/9/06 2:00 da manhã  
Anonymous meirelesportuense said...

O jardel foi o melhor marcador de sempre do Porto, mas para mim o melhor avançado, o mais completo e genial foi o Madjer...como ele sentava os aversários na relva só com as suas simulações...Recordo um jogo creio que o primeiro do Campeonato Nacional pós-Taça dos Campeões, frente ao Belenenses de Marinho Peres (7-0) com ele a marcar mais um de calcanhar na baliza Norte e a fazer gato sapato dos defesas que lhe iam surgindo...E lembro-me de um jogo do Torneio Inicio da AFdoPorto em anos muito recuados um Académica-Leixões em pleno Estádio das Antas a anteceder um FCPorto-Boavista, com Artur Jorge a fazer dois golos soberbos em pleno voo, com "pontapés de moinho" como mais tarde Madjer também faria...Não mais posso esquecer...Artur Jorge era assim um jogador desse tipo, talvez mais um finalizador, mas com muita arte e classe...Conheci ainda um seu irmão -José Manuel,creio- no serviço militar (Regimento de Engenharia 2) e tinha também esse estilo inconfundível,aliás era na altura jogador, também da Académica...Eusébio era um fora de série e tinha um remate colocadissimo e potente mas faltava-lhe um toque de magia, era um poço de talento e energia mas faltava-lhe o perfume que faz a diferença...Pelé, Maradona, Garrincha, Anderson...Estão aí as diferenças...nesse perfume de tocar a bola como se toca numa bela mulher com a maior firmeza mas com uma enorme doçura...

21/9/06 2:45 da manhã  
Blogger Aníbal Letra said...

Meirelesportuense: Ás 3 da manhã e ainda cheio de inspiração! Abraço!

21/9/06 9:15 da manhã  
Anonymous kostadinov said...

Uma pequena perola que ontem ouvi na radio : Jardel só não foi para o clube da 2ª circular, porque o grande director do dpt de futebol dos passaros, o prezado e inesquecivel gaspar ramos achou que o super mario que não tinha qualidade suficiente, chegando ao cumulo de dizer que " a unica coisa que ele sabe fazer é marcar golos"....

21/9/06 9:18 da manhã  
Blogger Pedro Reis said...

http://www.ojogo.pt/22-212/artigo579873.htm

A DrªManuela Aguiar e o jornal "O Jogo" andam atentos aqui ao blog... lol

21/9/06 10:41 da manhã  
Blogger Zirtaev said...

Por mim será tb aplaudido.
Aliás já ontem lhe tinha dedicado um post no meu blog em que demonstro todo o reconhecimento pelas alegrias que me deu.

Um abraço.
http://portistasdebancada.blogspot.com/

21/9/06 11:21 da manhã  
Blogger Michael Knight said...

ahahaa arranjei 2 convites! :>>>

21/9/06 6:11 da tarde  
Anonymous kostadinov said...

Palmas tb para Helton que acabou de ser convocado para a selecção brasileira

21/9/06 9:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home