terça-feira, julho 17, 2007

O que será pior?

Ao ouvir Saramago dizer que Portugal deveria ser uma província de Espanha, o meu estômago dá duas voltas e fico tonto… imagino-me a falar castelhano e até tremo de asco e repúdio. Por outro lado, ao ver estupefacto o circo mediático e a imponente cobertura, dada pelos 3 canais nacionais a umas “eleiçõeszecas” onde votaram pouco mais de cem mil pessoas... fiquei estarrecido. Pouco mais de 30% dos eleitores da Capital do Império, tiveram o incómodo de se deslocarem às urnas... mas o país levou com aquilo durante duas semanas e toda a noite de Domingo.
E ao voltar a ouvir as palavras de Saramago... elas até já nem me parecem tão nojentas.

32 Comments:

Blogger Estilhaço said...

E afirma ainda o tal Senhor que não é profeta.
E que o fosse.

Com ou sem as eleições de 12 para um tacho a minha posição sai em Português claro e conciso.
Se está mal que se mude, ou continue mudado, só fazem falta os que cá estão.

17/7/07 12:06 da tarde  
Anonymous Kit said...

“As coisas estão um pouco confusas nesta altura. Todavia, qualquer boa proposta pode clarificar tudo. Soube que há propostas de FC Porto, Barcelona e outros clubes mas ainda não tomei qualquer decisão", disse marfinense DROGBA...

17/7/07 2:22 da tarde  
Blogger Cavalinho Branco said...

Acabei de ver a noticia do "The Sun" e fiquei boquiaberto...
A noticia está aqui: http://www.thesun.co.uk/article/0,,2002390000-2007320942,00.html

É caso para dizer: Estes Ingleses... ehehehe...

17/7/07 2:54 da tarde  
Blogger Cavalinho Branco said...

Quanto ao Post do Sr. Anibal, lamento que as TV's cheguem a este ponto!!!

Eu, sendo de Barcelos, Já o disse a colegas meus, gostava de ver fundada um região entre a Galiza e o Minho!!!

Mas é a minha opinião!
Aceito tudo o resto como espero que aceitem a minha opinião!!!

17/7/07 3:00 da tarde  
Anonymous Xuta-mouros said...

Quanto à notícia do Drogba, não deixa de ser palhaçada! Ele ganha 90 mil libras por SEMANA!!! Só de loucos, é que o Porto podia oferecer este salário...
Em relação ao Saramago: A nossa capital do Império falido pensa que manda em tudo, de lisboa para cima é paisagem. Falta a regionalização, mas pura e dura, sem protecções. E muitos dos que são eleitos pelos ciclos eleitorais do Porto, Braga e Viana deviam ficar de fora das nossas regiões. Afinal, também é o que já acontece, pouco ia mudar...
REVOLUÇÃO, JÁ!!!

17/7/07 3:14 da tarde  
Anonymous ricardo n said...

Sou da região de Lisboa (mas não do municipio) e queria deixar aqui outra perspectiva sobre a noite eleitoral. Acho que é inquestiónável a importância das eleições que ocorreram, não só para a cidade de Lisboa, como para todo o país... As marcas que os resultados deixaram nas direcções do CDS e principalmente no PSD podem ser decisivas para o país. Quem sabe não se não será esta a grande oportunidade para o nortenho (sportinguista) Luis Filipe Menezes?

17/7/07 4:16 da tarde  
Blogger SGTZ said...

Por mim, dou já a independência ao Norte. Traçava-se uma linha diagonal logo depois de coimbra e até França e ficava tudo bem. Vocês livravam-se de Lisboa e nós reduziamos o indice de atrasados mentais. Vamos a um abaixo assinado?

17/7/07 5:47 da tarde  
Anonymous Kit said...

Tenhamos vergonha na cara!
Vocês sabem lá o que é ser Português...
Olhem para vocês mesmos e vejam a atitude que têm!

17/7/07 6:31 da tarde  
Anonymous Kit said...

A regionalização puderia ter aspectos positivos, mas de maneira nenhuma seria para segregar as regiões...muito menos para nos aproximar de Espanha...
Tende amor próprio!
Criticam, criticam, criticam,...eu não vos vejo a fazer nd. Perguntem a voces mesmos o que fazem por este país!

Eu vejo tantas críticas como pessoas a deitar beatas para o chão com um cinzeiro a um metro de distância.
Eu vejo tantas críticas quanto fumadores! Se o tabaco nao cobrasse impostos, eu queria ver se não era crime fumar... tanto dinheiro o estado gasta nos doentes terminais com cancro do pulmão. Só no norte, há mais de 1000 casos NOVOS por ano com cancro do pulmão(>90% fumadores)!
E quando vejo putos nos carros sem um cinto de segurança até fico doente. Digo para mim mm que o pai da criança é um anormal! Não pensem que só acontece aos outros porque está mais que provado que é a esses que acontecem pois estão desprevenidos.

Nem nas pequenas atitudes, nem no que diz respeito à própria saúde o portuga mostra bom senso, quanto mais no que diz respeito à política...

17/7/07 6:55 da tarde  
Blogger Estilhaço said...

Este comentário foi removido pelo autor.

17/7/07 6:58 da tarde  
Blogger Estilhaço said...

Caro sgtz, reflicta lá um pouco no que afirmou: 'Vocês livravam-se de Lisboa e nós reduziamos o indice de atrasados mentais'.

Penso que saberá que o facto de apelidar os outros de atrasados mentais não o eleva, automaticamente, a um avançado mental. Ou elevará ?

17/7/07 6:59 da tarde  
Anonymous amorim said...

voltando á bolinha, parece q afinal o Lino não é nada coxo...

17/7/07 7:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

A mulher triste
Clara Ferreira Alves (Diário Digital)

“Maria José Morgado deu uma entrevista ao EXPRESSO na qual se confessa. É um depoimento pessoal, de uma mulher profundamente triste que afirma nunca se ter interessado pela vida porque sempre se interessou pela utopia. É um retrato de alguém que se consagrou a essa abstracção chamada partido.

Nasceu em África, Angola, mas «a minha infância não tem nenhuma importância objectiva». Se tivesse nascido em Lisboa era igual. «A terra encarnada ou os pôres-do-sol de fogo são memórias fúteis, muito boas para romances e notavelmente aproveitadas pelo Lobo Antunes». Mas «tudo isso é dispensável, não me traz saudades». «As recordações tristes para mim são boas porque são as mais intensas». «Em Luanda havia bailes, ia-se à praia, nada disso me agradava».

A relação com o MRPP, para onde recrutou Durão Barroso, é definida como uma relação exclusiva, que considera o amor uma «fraqueza», onde o romantismo «era contra a moral proletária», o sentimento pelo marido (outro militante) como «fazendo parte da militância e não como uma paixão tradicional» e os sentimentos como «coisas que se constroem». O amor era um desvio pequeno-burguês. O corpo era «uma fraqueza» e tinha de ser abandonado. Lia-se obrigatoriamente Marx, Lenine, Estaline, Mao Tsé-Tung e Engels. «Aquilo tinha uma mística!».

Ela era conhecida por Mizé Tung, sempre pronta para a pancada. A coragem era uma consequência do sentido de missão, «uma obrigação», e não são admitidas vacilações. Só falavam «dos assuntos da revolução e do partido». O quotidiano da relação com o actual marido era sem tempo e por isso ficavam na mesma casa sendo era raro encontrarem-se. Porque «tínhamos ambos tarefas a cumprir».

Quando ela rompeu com o partido, por causa do marido, Saldanha Sanches, ter rompido, diz: «o mundo abateu-se sobre mim». «O partido era a única razão de ser da minha existência. Não tinha outros interesses nem outros valores. Tive de renascer depois disso». Atirou-se ao jogging «para não enlouquecer». Agora também pratica natação, que ela acha «hedonista». Antes disso, a dedicação ao partido deu-lhe, confessa, os anos mais felizes da vida dela.

Tendo eu tido 20 anos como Maria José Morgado, e não dizendo como ela que foi a mais bela idade da minha vida, pasmo ao ler estas palavras desta mulher. Nenhum pensamento me repele mais do que este, esta negação da vida e da beleza, esta negação do pensamento e da inteligência, esta negação da sensibilidade e da arte. Esta negação da vida e da falha humana. Isto, para mim, é a apologia do fascismo intelectual, do kitsch histórico. A matriz do Gulag, de Auschwitz e dos campos de Pol Pot.

Pessoas como Maria José Morgado faziam-me, naquela altura, muita impressão e muita pena. E continuam a fazer, apesar de ela dizer que mudou. Há outra coisa que estas pessoas me fazem: medo. Muito medo. Ainda bem que a revolução deles não venceu.

A propósito, eu não acredito que as pessoas mudem assim tanto.”.

17/7/07 9:50 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Porquê que o Lino não é bruto de todo, senhor Amorim?
Fiquei curioso...

17/7/07 9:54 da tarde  
Blogger Pedro Reis said...

Aníbal,
Completamente desprovido de sentido este teu post...
Mas a opinião é tua, o blog também e estás obviamente no teu direito de a ter e publicar.
Se calhar é por estas e por outras, que não nos podemos admirar quando o nosso FCP é considerado um clube regional.

17/7/07 10:52 da tarde  
Blogger silvino martins said...

Clube regional? O clube português que mais títulos têm a nível internacional é um clube regional?
O clube que em Portugal mais títulos têm nos últimos 35 anos em varias modalidades é um clube regional?
Fds lá a arrogância destes pobres coitados sem títulos.

18/7/07 12:22 da manhã  
Anonymous Kit said...

O blog anda um bocado mal frequantado...

18/7/07 9:06 da manhã  
Blogger Aníbal Letra said...

Com sinceridade: Mas que melindres são estes?
Constatei um facto: Os eleitores de Lisboa estiveram-se a borrifar para as eleições... apesar de toda a cobertura mediática que as envolveu, que as tornaram quase umas eleições nacionais. Em nenhuma linha do meu Post pode-se ler uma alusão a qualquer separatismo ou divisão... apenas refiro que as declarações de Saramago jã não me pareciam tão nojentas... o que para bom entendedor, quer dizer que elas não deixam de ser nojentas.

Este Post não tem nada a ver com o F.C.Porto... tem a ver com a constatação de uma realidade que é por demais reconhecida: Para Lisboa... capital de um país com mais 9 milhões de pessoas... tudo o resto é paisagem e mentes regionais. Não deixarei de defender a descentralização para este país... por mais melindres que provoque.

18/7/07 9:49 da manhã  
Anonymous Acosta said...

Acredito que este post possa ferir algumas sensibilidades, e não só dos leitores de Lisboa.

Mas quem tem, por afazeres profissionais, que se deslocar com frequência a Lisboa, ou receber no Porto muitos profissionais mouriscos, sabe exactamente o que aqui está escrito.

Felizmente ainda há pessoas que se sentem, o que pode também dizer que este blog é um bom crivo de opiniões.
Mas a realidade (ou a percepção?) que sinto, há muitos anos (mas que tem piorado) é mesmo esta.

O que custa é que os mais fundamentalistas na macrocefalia mourisca são os que chegam de fora de Lx, e ficam.

18/7/07 10:17 da manhã  
Anonymous Barba Azul said...

SGTZ, explica-me lá melhor essa tua divisão: "Traçava-se uma linha diagonal logo depois de coimbra e até França e ficava tudo bem.". Propões-te dividir Portugal ou a Península? Ou referes-te a França, Montezinho (Bragança)?
A propósito: efectivamente não poderiam eliminar completamente os atrasados mentais: ficavas lá tu, pelo menos...

18/7/07 11:10 da manhã  
Blogger GM said...

Sejamos minimamente racionais e deixemos o nacionalismo e o sentimentalismo de lado: Espanha registou o maior crescimento económico de toda a Europa em 2006, Portugal, estava no lado oposto. De uma coisa podem ter a certeza, se fosse Espanha a governar-nos estaríamos com certeza melhores economicamente.

18/7/07 11:16 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Acredito, mas só aceito espanha como exemplo para crescermos também! Temos de crescer por nós próprios, senão a nossa cultura perde-se!
Eles crescem mais que nós porque souberam investir o dinheiro que receberam da união europeia...Basta olhar para a agricultua de um lado e compara-lo com o outro. Estamos atrasados porque Salazar nos estagnou na educação. O facto de ter sido nomeado para o maior Português...não percebo que efeitos positivos o homem teve na evolução da nossa economia e crescimento. Também é certo que não foi o mais infeliz, porque a seguir a ele houveram outras oportunidades.

O comentário que vou deixar não é fundamentado, mas o que me parece é que só os Tachistas(que procuram um tacho) se querem envolver em presidências e no parlamento!

Quando alguem esta a roubar dinheiro ao estado, está a roubar dinheiro a nós! Alguém que foje ao fisco. Por exemplo, alguem que está no desemprego a receber dinheiro do estado e não procura emprego ou simplesmente trabalha sem participar ao estado.

18/7/07 11:54 da manhã  
Anonymous amorim said...

eu gosto é de falar da bola, mas pegando neste assunto, gosto muito de morar neste retangulo á beira mar plantado, com todos os defeitos q tem e são muitos, gosto muito deste País!

18/7/07 12:01 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

E se fossem os Emiratos Árabes Unidos, então... Grande argumento, senhor gm!

Acho esta conversa completamente idiota. Sou Dragão, alfacinha e grande parte da minha família é do Porto. Amo Lisboa e amo o Porto. E não só noto que os Lisboetas (minimamente evoluídos) nutrem um carinho especial pelo Porto (que não pelo nosso FCP, como não poderia deixar de ser), como também reparo, quando vou ao Porto, que esse ódio que dizem existir por Lisboa não é assim tão evidente.

Mas, de quando em vez, lá aparecem este tipo de injúrias contra a capital e contra os ditos "mouros".

Pois é, meus caros. De facto, o F.C. Porto deixou de ser um clube regional. E a prova disso é a festa que foi feita com o último título nacional e que encheu Lisboa de azul e branco, desde a Av. da República até ao Marquês de Pombal. Há muitos anos que festejo os (muitos) títulos na capital e nunca tinha visto nada assim... O FCP é cada vez maior e só falta agora que alguns adeptos sejam capazes de ultrapassar esse velho ódio de estimação pela capital.

Já agora, duas últimas histórias que revelam bem o que digo:

- quando o FCP venceu a Taça UEFA fui com um grupo de amigos de Lisboa, todos dragões, a Sevilha. Ao regressar, estava eu a entrar em Lisboa, com uma bandeira do FCP no tejadilho do carro, e foi impressionante a manifestação de carinho de toda a gente que por mim passava. Aplausos e mais aplausos.

- Há uns anos atrás, fui festejar o título ao Porto, com os Dragões de Lisboa. Enchemos um autocarro. Quando regressavamos, ainda no Porto, cada pessoa que nos via (com a indicação "Dragões de Lisboa" estampada no autocarro) batia-nos palmas, porque todos reconhecem que não é (ou melhor, não era) fácil ser Dragão na capital. Mas sempre foi muito gratificante.

Conclusão: parem lá com estas críticas bacocas e mesquinhas e percebam que o nosso FCP já não é (só) do Porto, mas é do mundo inteiro!

Abraço,

Dragão de Lisboa

18/7/07 12:01 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Dragão de Lisboa, explica lá aos teus momentÃneos conterrâneos, principalmente dos jornais, das Tvs e dos bairros de emigrantes, que o F.C. Porto não é um clube regional, mas internacional e do topo da tabela.
Vais ter uma trabalheira daquelas, mas se fores convincente, poderá ser que daqui a uns anitos, esses figurões que dirigem as televisões, pagas com o dinheiro de todos nós, tenham um tratamento igual para todos os portugueses e não tenham uma tratamento previligiado para a faixa compreendida entre Alverca e a Cruz de Pau.
PS - Há quem chame a este tratamento de previlégio provincianismo! Será que estão certos?

18/7/07 1:09 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

É verdade Aníbal.
Os habitantes Lisboetas estiveram-se a cagar para os partidos e para os ilustres da televisão que querem a gamela da camara de Lisboa.
A democracia é 63% não votarem?
Eu até propunha que o presidente da camara de Lisboa deveria ser decidido pelos Srs. Luis Filipe Vieira e pelo Sr. Saldanha Sanches. Evitava-se o dinheirão que gasta nas campanhas e o resultado acabava por ser o mesmo.

18/7/07 1:14 da tarde  
Anonymous dragaozao said...

Voltando ao que realmente interessa (FUTEBOL):

Hoje o FCP fez um jogo amigavel contra uns caceteiros belgas com a complacencia de um trio de arbitragem escandaloso..

Mas fora isso, e fora o facto de termos perdido há a destacar as más exibiçoes de Kaz, Lino, Aguiar e Bolatti..

O Kaz simplesmente nao apareceu... O Lino é um buraco a defender e nada de especial a atacar...
O Aguiar joga sempre virado para a própria baliza e nao fez um passe de jeito... (para alem de ter perdido 2 bolas que poderiam dar jogadas perigosas).
E o que dizer desse craque Bolatti??? Sim senhor! Belo investimento de 2Milhoes... A fazer lembrar o Paulo Almeida dos lampioes... Espero estar enganado....

18/7/07 11:42 da tarde  
Anonymous dragão_de_lisboa said...

Lá vêm os especialistas de bancada queimar jogadores depois de terem visto um 1º jogo de pré-temporada... Enfim, a grunhice fica para quem a tem...

19/7/07 1:47 da manhã  
Anonymous ricardo n said...

Também acho alguns coemntários sobre a exibição de ontem precipitados... no entanto, quanto ao Lino, já na acadámica era evidente alguma fragilidade defensiva. Fucile continuará a ser o dono do lugar... seguido de Cech!

19/7/07 10:03 da manhã  
Anonymous miguel87 said...

Tentando evitar comentarios desagradaveis sobre a minha pessoa, vou apenas dar a MINHA OPINIÃO sobre alguns jogadores que não os reforços:
-B.Alves: espero estar enganado, mas na falta de um companheiro de qualidade no eixo da defesa está alguns furos abaixo do que mostrou na epoca passada.
-P.Emanuel: Igual a si próprio, falhou redondamente no lance do golo (e não venham com tretas da falta de ritmo, pq o lance não deixa duvidas: quis correr para a lateral qd estava lá o Lino e deixou o ponta de lança sozinho nas costas!) Acredito que seja uma jóia de pessoa e muito bem intencionado, mas não tem categoria nenhuma pra estar na equipa do porto.
-P.Assunção: A máquina do costume, está em todo lado (a jogar com 10 fez de central e trinco ao mm tempo) e sempre certinho nos passes.
-Quaresma: Surpreendeu-me nos primeiros 15/20 mins soltando muito a bola e criando jogadas de perigo EM EQUIPA...pouco depois voltou ao mesmo de sempre, individualista, inconsequente e indisciplinado (quantas expulsões terá esta epoca?)
-Adriano: Ao nivel do P.Emanuel...nas 6 bolas que lhe chegaram na 1ªparte, 4 estava em fora de jogo as outras 2 falhou de baliza aberta! Faltaram as outras 10 oportunidades do costume para marcar 1 golito e ser aclamado como o Matador! (Imagino que se fosse o Postiga a ter esta exibição num jogo no Dragão seria linchado em campo!)
-M.Cech: Os rumores de uma possivel dispensa só podem ser piada de mau gosto...mas para quem dispensa Ibson, P.Machados, etc. já não seria assim tão surpreendente)
De resto foi um optimo jogo de preparação para a liga portuguesa: a arbitragem não podia ser mais próxima daquelas a que estamos por cá habituados, acompanhada dos comentários habituais dos fan(t)a(s)ticos comentadores portugueses!

19/7/07 11:07 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Ibéria?! E porquenão ?! Portugal è Lisboa e o resto è paisagem...

19/7/07 2:10 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Nunca vi um jogo tão roubadinho... pensei que estas coisas já n existissem. Para os do Porto era um amarelo de 10 em 10 minutos. Para os Bélgicos não era nada, quer empurrassem ou pusessem as maos na cara dos jogadores ou dessem cacete...
O adriano n pode falhar aquilo... O Porto precisa mesmo de um avançado que consiga mexer-se...
Já tenho saudades do Mckarthy!

19/7/07 2:12 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home