domingo, março 04, 2007

Eclipse!!

Image hosted by Photobucket.com1-0 Image hosted by Photobucket.com

Adriano

Em noite de eclipse lunar, quem se eclipsou foi a equipa do F.C.Porto, manietada por um S.C.Braga, que tirando pequenos períodos do jogo, dominou os acontecimentos no relvado do Dragão. Porquê? Porque Jesualdo quis que Adriano fizesse de Postiga, mas o Brasileiro é muito diferente do avançado Português... e não estou a referir-me à qualidade mas apenas a características. É que isto do futebol não é só trocar um avançado por outro e esperar que corra bem. O que se passou foi que Adriano foi demasiado estático e não conseguiu segurar a bola em zonas avançadas do campo, não permitindo à equipa subir no terreno, perdendo claramente a luta do meio-campo. É a velha estratégia militar do cimo do monte: Quem se está no plano mais alto tem vantagens estratégicas óbvias. Isto parece um pormenor, mas no jogo de ontem foi fulcral. Se a opção de Jesualdo é jogar com a maior capacidade concretizadora de Adriano, o Porto só tem duas alternativas: Ou priviligia o jogo exterior, com Lisandro e Quaresma mais encostados às faixas e com uma ajuda efectiva dos laterais, que ultimamente têm sido pouco audazes nas incursões ofensivas... ou então, mais simples mas tremendamente menos eficaz e menos bonito, faz jogo directo para Adriano. O que não pode é esperar que Adriano segure a bola, aguente a pressão dos defesas, aguarde que a equipa suba no terreno e distribua o jogo, que eram as funções de Postiga, além de ter ainda a responsabilidade de fazer golos. É que a forma mais estática de Adriano cria um problema a Lisandro, que não tem o espaço de penetração que tinha com as constantes movimentações de Postiga. E isso foi perceptível na baixa de rendimento de Lisandro no jogo de ontem... para não falar na péssima exibição de Ricardo Quaresma.
Foi um exibição fraca do Porto, mas os três pontos foram óptimos num jogo que se antevia muito complicado.

Melhor em Campo - Bruno Alves: Fantástico! Está cada vez mais seguro. Domina o jogo aéreo, impõe-se pela sua compleição física e até já vai na dobra de Pepe. Alguém consegue admitir mais um engano... ou ainda há dúvidas?

Arbitragem - Olegário Benquerênça: : Uma má arbitragem. O penalti que Lucho desperdiçou só existiu na cabeça dele. A partir daí, complexado, foi prejudicando o F.C.Porto, distribuindo amarelos ridículos aos azuis e perdoando aos Bracarenses. Coisas da lei da compensação.

Directório de Imagens Actualizado

30 Comments:

Anonymous Cláudia said...

O- 5 Aníbal?!?!?!? :|

4/3/07 1:05 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Este é um post raro no autor, mas completamente falhado e que mostra algum mau perder por ter ficado comprovado que entre este este Adriano e este Postiga não há comparação. Contra o Beira-Mar, com Postiga em 60 m: 0-1. Com Adriano em 30m: 0-4. Ontem, no lance do golo, Postiga já estaria fora de jogo ou, na melhor das hipóteses, a fazer falta sobre o defesa ou a dominar a bola com o braço. O problema de ontem foi Lucho, Quaresma, Bosingwa irreconhecíveis.

4/3/07 1:37 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

A tua devoção ao Postiga já começa a ser anedótica...
João

4/3/07 3:03 da tarde  
Blogger Lance said...

Eu acho que o Adriano teve bem, lembro-me de uma jogada na 2ª parte mesmo à minha frente em que ele recebe a bola, protege, vira-se mete-a no Quaresma que depois mandou de trivela para o Lisandro que falhou à boca da baliza, e teve outras jogadas parecidas.

Em relação ao Bruno Alves.. porra aquele corte de carrinho ao Zé Carlos.. c'um caralh*, fiquei maluco.

Nota ainda para o Paulo Assunção que tá a jogar muito bem.

4/3/07 3:37 da tarde  
Blogger Aníbal Letra said...

Acho que o principal problema aqui é de compreensão. Quase todos sabem ler um conjunto de palavras. No entanto, para alguns elas não fazem sentido nenhum mas para outros elas até fazem algum sentido. Isso também acontece no futebol: Todos vêm futebol... enquanto para alguns, tudo se resumo a 22 gajos a correr atrás da bola, aos golos, a quem os marca... enquanto para outros o futebol é muito mais complexo do que isso.

A minha opinião mantém-se inalterável: Postiga na equipa é para mim a melhor solução, mas como foi dito no Post se a opção de "Jesualdo é jogar com a maior capacidade concretizadora de Adriano" então é preciso modificar a movimentação da equipa em campo. O que se passou ontem, é que a equipa estava a jogar da mesma forma, como se Adriano fosse Postiga e não é, e como foi dito no Post:"e não estou a referir-me à qualidade mas apenas a características".

Quem pretender extrapolar estes factos objectivos e irrefutáveis, para me acusar de alguma coisa... para mim é completamente indiferente. Como disse, para mim o futebol é muito mais complexo do que 22 gajos a correr atrás da bola... para outros tudo se resumo aos golos, o que é que eu posso fazer? O Adriano fez um excelente golo, fazendo o que sabe fazer melhor: Movimentação excelente na área e finalização. Mas à parte disso a sua participação no jogo foi nula. Eu defendo uma maior participação do ponta-de-lança nos movimentos ofensivos da equipa... só isso. Para outros, apenas as más exibições individuais explicam más exibições colectivas... o que é que eu posso fazer perante isto? Como é que eu posso explicar a esses que Lisandro não teve a liberdade e o espaço que costuma dispôr? Para esses, Lisandro apenas teve um dia mau. Porquê? Isso não interessa...


Ah... se forem aos Posts de Dezembro, podem ler as minhas indignações sobre a possbilidade de Adriano ser emprestado ou cedido. Fundamentadas e racionalizadas. Não apenas porque sim.

4/3/07 3:53 da tarde  
Anonymous miguel87 said...

3ª feira sem o Zé, o Robben vai
parecer uma faca quente em manteiga derretida... Infelizmente para nós!

4/3/07 7:20 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Esse filme não existe. O Postiga não segura jogo porque, na forma em que está, em 90% das bolas que lhe chegam está fora de jogo ou faz falta; das restantes 10% metade perde-as; a outra metade, ou seja, no máximo uma ou duas bolas por jogo dá a bola ao lado. Para quem joga naquela posição é zero. Aliás, o Postiga só pode jogar atrás do ponta de lança, como o Adrianse tentou até se fartar dele. Isso não significa que o Adriano seja alguma coisa de jeito. Mas no deserto do plantel o que é que se pode fazer? Carpir por um Postiga que só existe num filme de ficção?

4/3/07 9:14 da tarde  
Blogger JRP said...

Compreendo, da primeira à última linha, o discurso do Aníbal. Só não é suficiente.
O Porto não jogou bem ontem, como não tem jogado muitas vezes, por várias razões:
1 - Quaresma. Devem estar em choque, mas Quaresma é parte do problema. Se por vezes é genial, a verdade é que uma grande parte das vezes essa genialidade é mais condizente no circo que num campo de futebol. No resto do tempo, gostaria de ter uma estatística do número de bolas perdidas pelo Quaresma. São demasiadas perdas de bola, quer em jogo corrido (em fintas por vezes inconsequentes), quer na marcação de livres e cantos. Quaresma pode ser fantástico em termos de espectáculo, mas em termos de produtividade real estou em crer que é mediano. A partir do momento que uma equipa depende de alguém com estas características, alguma coisa não está bem.
2 - Lisandro e Meireles são jogadores medianos. Mais uma vez gostaria de ver o número de bolas perdidas por estes dois. De que adianta ter um Pepe, um Bruno Alves e um Paulo Assunção brilhantes, se se perdem consecutivamente bolas em passes lamentáveis por estes dois.
3 - A produção ofensiva do meio campo é demasiado escassa. Assunção praticamente só defende (e bem!) e Meireles e Lucho não têm capacidade de penetração. Lucho pensa, actua e passa bem, mas não é decisivo com a assiduidade que se deseja, nem penetra em velocidade criando desequilíbrios. Meireles pior... só às vezes se lembra que não é trinco, falha um número de passes por jogo absolutamente absurdo, e não tem aquele toque que o podia tornar num jogador de um clube como queremos para o Porto. No caso, ainda por cima com Assunção em campo, a sua presença em campo é claramente dispensável em detrimento de outrem que pudesse ser um box-to-box, alguém que penetrasse no meio campo adversário em tabelas e velocidade, alguém que, pelo menos, errasse metade dos passes simples que erra.

Ou seja, soluções (umas melhores, outras piores) para mudar isto:
1 - Esperar pacientemente por Anderson (esta é a pior). Nessa altura, Jesualdo irá tirar um dos dois trincos (de preferência Meireles), libertará Quaresma, e trará aquela velocidade de penetração que tanto precisamos e foi a chama do Porto até à sua lesão.
2 - Tirar Meireles e colocar Ibson a titular, fazendo o papel que se deseja que Meireles na actualidade faça. Ibson trará, se lhe for dada pelo menos uma titularidade com os melhores, segurança, capacidade de passe, penetração no miolo do adversário e algum discernimento. Não é Anderson, é certo, mas tem outras qualidades que Anderson não tem, nomeadamente posicionais.
3 - Actuar com dois pontas, sendo que o segundo tem necessariamente de actuar muitas vezes como a ponta do triângulo do meio campo, enquanto Lucho e Assunção asseguram a estratégia de transição entre a defesa e o ataque.
4 - Actuar em 4-4-2, com Quaresma como um dos dois atacantes, com liberdade para descair para as alas, postiga no centro (mas também com liberdade), e meio campo com Assunção a trinco, Lucho para a direita, Ibson à esquerda, e Bruno Morais ou Jorginho como jogador mais avançado do losango.

Já devem ter percebido, por esta e outras intervenções, que acredito em Ibson. Espero que, ao contrário do que era tradição no nosso clube, não se atire mais um seleccionável do Brasil embora, para o vermos brilhar lá fora. Quando é que no passado, jogadores como Diego, Fabiano (ou até Hugo Almeida) falhariam no FCP? Nunca! Antes pelo contrário, o que costumava acontecer era precisamente o contrário: grandes jogadores do Porto fracassavam quando saíam (Baía, Domingos, and so on...)

4/3/07 11:57 da tarde  
Anonymous Dragão_de_Lisboa said...

Aníbal, parece-me que estás completamente "fora-de-jogo". Não tens razão e ficaste um pouco chateado por as tuas previsões terem saído furadas. Não fiques assim, o que interessa é que o FC Porto ganha. Por mim, devem jogar os que estão em melhor forma, e o que me parece é que um ponta de lança serve para fazer golos e nisso o Adriano é bem melhor que o Postiga. Quanto à questão de segurar o jogo, parece-me um bocado parvo que defendas que um ponta de lança serve para segurar jogo, quando até o Adriano faz isso bastante bem.

5/3/07 12:00 da manhã  
Anonymous Portista eu Sou said...

Meu amigo com todo o respeito q tenho por ti, discordo por completo de tudo aquilo q escreveste.Adriano jogou mal?O Adriano em meia oportunidade q teve em todo o jogo marcou, que querias mais? E' o q o distingue do Postiga, isto e', eu considero o Adriano um avançado razoavel que pelo menos em cada 3 ou 4 oportunidades marca pelo menos um golo, o Postiga nao.. O Postiga e capaz d andar apagado um jogo inteiro..e' capaz d falhar golos clamorosos, e de ficar uma serie de jogos em branco, o unico factor positivo q traz Postiga e' ser um jogador de equipa e com grande sentido colectivo.
Quanto ao Quaresma, "um jogo pessimo"? Nao vimos o mesmo jogo talvez.. O Quaresma ontem, e alias como na maior parte dos jogos q antecederam este..tem sido o principal dinamizador do ataque da equipa, e' somente e apenas o UNICO jogador, repito o UNICO jogador q pega na bola no meio campo e leva a equipa para a frente e constroi ataques.. Ja para nao falar da serie de vezes q troca as pernas aos defesas e dos seus centros d trivela e das suas maravilhosas assistencias q constituem meio-golo como foi o caso de ontem (aquando do falhanço do Lisandro Lopez).
Posso dizer q apenas concordo contigo num ponto - Bruno Alves fez um jogo excelente e e' de louvar a sua dedicao e aplicacao q lhe tem valido excelentes exibiçoes, tem agora d manter a concentraçao no jogo q se avizinha contra o Chelsea. De destacar aquele corte q fez ja nos instantes finais do jogo que praticamente nos salvou de um golo feito.

A terminar gostaria de dar os parabens aos autores deste blog, e' a primeira vez q o visito mas gostei do q vi. Um abraço de um Portista entre milhoes neste mundo.

5/3/07 12:44 da manhã  
Anonymous ricardo n said...

Já quase tudo foi dito aqui nestes comentários. Realço a questão da função do ponta de lança: marcar golos... e nesse aspecto o Adriano cumpriu. Por muito que o Postiga consiga segurar a bola, tb não me parece q essa seja a função final de um avançado. A não ser que jogue atrás de um Adriano, por exemplo.
Quanto a mim a exebição não foi muito brillhante mas ganhámos com a equipa que está em quarto no campeonato e que é tradicionalmente dificil.
Aspectos a destacar: Corte brilhante aquele do Bruno Alves e as duas grandes defesas de Helton!!!
JRP, quanto a Ibson, acho que até pode merecer oportunidades mas se queres um jogador que jogue directo, acho que esse não é o caminho! Irrita-me bastante a cola que o Ibson tem naquelas botas!
Aspecto negativo: (gostava de não dar muita importância a isto, mas...) o que se passou naquele minuto de silêncio??!!

5/3/07 9:39 da manhã  
Anonymous andre said...

Pela 1ª vez (alguma vez tinha de ser) não concordo com o "relato" do Anibal.

Sinceramente, acho que jamais o Braga manietou o FCP. O Porto não fez um grande jogo, mas o suficiente para merecer a vitória.

Gostei da entrada de Ibson.
Sobre o Bruno Alves cada vez melhor. Há uma besta na bancada que sempre que o BA toca na bola manda bocas... Qualquer dia mando o esse tipo estar calado.

Muita má a lesão do Ze Bosingwa. Muita má mesmo. Fucile a defender!?!?!? e Cech do outro lado.
Amboas muito macios

Os Super Dragões ao seu pior nível.

5/3/07 9:49 da manhã  
Blogger lucho said...

Gostei de Meireles (está confiante), de Fucile e Bruno Alves. Adriano tb esteve bem tal como Helton. Lucho está muito fatigado e Quaresma estaria já com a cabeça em Londres? O importante foi a vitória e até foi justa.

5/3/07 9:58 da manhã  
Anonymous Assebordep said...

Lisandro e Meireles jogadores medianos?! Mas essa afirmação tem como base uma comparação com que jogadores?!

O Lisandro é só o melhor avançado do FêCêPê meus amigos!!! O Tipico nº 8 a fazer-me muitas vezes lembrar o saudoso Emil Kostadinov!
Umas das melhores contratações dos ultimos anos do nosso clube. Não critiquem quem deixa a pele em campo, como é o caso do Licha, pelo nosso clube.

Quanto ao caso Adriano/Postiga, sou da opinião de que o Postiga é claramente melhor. Independentemente de estar a passar por uma fase menos concretizadora, a verdade é que o rapaz luta imenso pela equipa. Abre espaço para as entradas dos inteligentissimos Licha e Lucho. Já repararam bem na quantidade de golos dos Argentinos aproveitadas pelos espaços criados pelo Postiga?!

Já joguei futebol de 11 e discordo totalmente dos que afirmam que um avançado só vive de golos. Isso é treta jornalistica e adeptos quem nunca estiveram “lá dentro”.

Qd a equipa ganha, o que importa quem marcou os golos? O que importa é que a equipa marque e ponto final. E a verdade é que os que hoje apoiam o Adriano, provavelmente são os mesmos que no inicio da época o davam como dispensavel. As opiniões futebolisticas não devem ser sazonais em função dos resultados mas sim fundamentadas em função do que um jogador faz em prol dos companheiros de equipa.

Quem me digam que o Postiga não tem marcado, tudo bem, toda a gente sabe disso, não obstante ainda ser o melhor marcador da liga! Agora estar a dizer que o rapaz não sabe jogar... por favor!!!


Por ultimo dou a mão à palmatória em relação ao Bruno Alves. Nunca imaginei eu que o Bruno Alves se transformasse no jogador que está a demonstrar ser. Simplesmente implacável! Os meus parabens!

5/3/07 2:02 da tarde  
Anonymous Daniel Pinto said...

Aníbal, acho que não te deves chatear com os comments ao post. Sinceramente também não concordo muito com o teu comentário ao jogo, e acho q deves perceber q os campeonatos também se ganham com jogos assim, menos conseguidos, mais sofridos... o futebol é isto mesmo. Acho q ficaste aborrecido pq estavas à espera de um Porto mais dominante, mas lembro-me perfeitamente q quando ganhámos a Champions c o Mourinho, jogos houve em vésperas de jogos europeus em q a equipa se comportou de forma muito semelhante à deste jogo com o Braga. Temos q ter confiança em quem dirige a equipa, pq acredito q é alguém mt competente e tem feito muito bom trabalho. Dizer q Meireles e Lisandro são jogadores medianos como ja por aqui li é q só pode ser levado na brincadeira. FORÇA PORTO!

5/3/07 2:06 da tarde  
Blogger Aníbal Letra said...

Daniel:
Mas eu não estou nada aborrecido... porque é que havia de estar? Só poderia estar aborrecido se não fosse fiel ao meu pensamento e às minhas convicções. Ao que se vai dizendo nos comentários, eles estão abertos a que todos se possam expressar livremente desde que o façam de forma educada, o que se tem verificado.
Eu acho que já deixei bem clara a minha posição... e ainda ninguém conseguiu explicar porque é que o Porto não conseguiu dominar o jogo, jogando o Braga num sistema 4x3x3 como o do Porto.
Com o Mourinho, Daniel, nós podíamos não jogar nada mas dominavamos e controlavamos o jogo e isso foi uma coisa que contra o Braga não aconteceu, tirando pequenos períodos de jogo. Porquê? Ok... já sei: O Quaresma, o Lisandro, o Lucho, o Meireles, o Bosingwa e o Fucile fizeram um mau jogo. Está explicado! Ir mais a fundo não é preciso! :D

5/3/07 3:01 da tarde  
Anonymous kostadinov said...

Anibal,
Era previsivel este ataque feroz contra o teu post. Afinal, os mesmos que o assobiavam imploravam agora uma oportunidade e eis que ela aparece e o Adriano decide o jogo com um golo à pt de lança.
Apesar de aqui já ter expressado por diversas vezes a minha opinião sobre o Postiga : não vale meio ; concordo em absoluto com o teu post. Enauqnto os visitantes deste blog não percebrem q o teu post é sobre a forma do fecepe jogar com o adriano e não sobre o adriano, os atques vão continuar.
N posso ficar indiferente à comparação do Assebordep. Gosto mt do lincha e gostava de o ver a jogar na posição 9, com Quaresma de um lado e ......Alan do outro; mas compara-lo a moi meme !!! Repara só na classe. Nem Quaresma, qto mais o Lincha.

5/3/07 3:55 da tarde  
Anonymous Assebordep said...

lol

Emil, Quaresma a Lisandro nem são comparaveis. As posições são completamente distintas.Quer o Kostadinov quer o Lisandro são tipicos nº 8, o vagabundo que orbita sobre o nº9, dai a minha comparação pq a par do Rui Barros e do Madjer, são os melhores 8 que de me lembro ver jogar no FêCêPê.

O Quaresma é um extremo puro, coisa que Lisandro não é, e Kostadinov, como mt bem sabes, nunca foi.

Agora um àparte, já alguem pensou que o jogo menos conseguido do Porto se deveu a uma excelente exibição do Braga e não a um abaixamento de forma de alguns jogadores? Nós não jogamos sozinhos meus amigos... Ficou-me na retina um tal de Andrade no meio campo deles. Mt bom o miudo...

E quando é que vamos ter um treinador no nosso banco que consegue falar para os seus jogadores tal como falou o Jorege Costa para os do Braga?

Alto e bom som " Vamos jogar à boooooola caralh*!!!!"

5/3/07 4:16 da tarde  
Anonymous kostadinov said...

A comparação que pretendia era só a nivel de classe.
Mais um pormenor do jogo de sabado : a excelente massa associativa do Braga ! Qtos ? 2.000 ? 2,5000 ? Excelente. Com o Leixoes e o Vitoria na primeira já somos pelo menos 5 / 6 clubes com capacidade de movimentar adeptos.

Bem, Anibal e demais bitateiros, está na hora de começar a antever o jogo de amanha. Que arrepio na espinha.

5/3/07 4:53 da tarde  
Blogger Aníbal Letra said...

Kosta:
Vai ser complicado... mt complicado! Temo que Mourinho vá apostar em Robben e abrir brechas graves na nossa defensiva. O problema da nossa defesa está nas alas e não no centro... ainda para mais sem o Zé.
Não temos nada a perder... vamos jogar nos olhos. Se fizermos um grande jogo e tivermos um pouco de sorte... pode dar para passar. Tenho algumas dúvidas em como Jesualdo vá jogar. Não acredito que ele utilize Adriano de início... será que pode apostar em Jorginho? Ou em Ibson?

5/3/07 5:05 da tarde  
Anonymous ricardo n said...

Á excepção de uma ou outra critica mais leve, nunca vi ninguem a dizer aqui que o Adriano não presta... e (posso estar enganado) mas tb não vi ninguem a dizer taxativamente que ele devia ser dispensado. O problema é quando se entra em comparações.
Quanto ao jogo de amanhã, não tenho tanto certeza de que Adriano não entre de inicio. Mas não citicaria Jesualdo se pusesse Postiga. É uma opção e dadas as caracteristicas do jogo até pode resultar (na tal ótptica de vir buscar jogo atrás ou abrir espaços para os outros). Pode ser que o descanso lhe tenha feito bem. Proecupante serão as mexidas na defesa devido á lesão do Bosingwa. Mas estou confiante na vitória! Pode ser que a boa forma de Pepe e Bruno Alves compense (tenho de reconhecer a sua regularidade e boas exibições... mea culpa :) )

5/3/07 5:59 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Ao que nós chegamos. adeptos ridículos, armados em treinadores e a clamar conhecimentos sobre movimentações tácticas e a importância de segurar a bola; a mecânica da movimentação periférica e afins. Tenham juízo, peçam golos e boas fintas e esqueçam essa da ocupação de espaços e bla,bla,bla. parece o comentário de uma repartição de finanças. Chato!!!

5/3/07 7:23 da tarde  
Anonymous ricardo n said...

Ao anónimo:
eu gosto de futebol... tu deves gostar de ver "jogos da bola"... se te custa assim tanto a pensar em tácticas, então concordo que seja melhor não entrares por aí...ainda te podes aleijar!

6/3/07 9:06 da manhã  
Anonymous kostadinov said...

lá está, alguns não têm capacidade para ir além....

6/3/07 9:47 da manhã  
Blogger Aníbal Letra said...

Caros...

eu não iria tão longe como o Kostadinov, quando ele fala em "capacidade de ir mais além".
Eu modificaria para: Vontade de ir mais além.

Não tenho a pretensão de pensar que sei muito sobre futebol, tácticas, estratégias e afins.
Não sei, nem posso saber... todas estas questões envolvem estudo, análise, ponderação, observação e re-observação de jogos e jogadas.
A minha escrita no blog, após cada jogo tem 90 minutos de observação/ponderação... após isso escrevo o que sinto. Mal ou bem é o que sinto... e é ao que sinto que estou vinculado.
Mas eu não gosto de ver o futebol apenas como fintas e golos... todo o exercício da inteligência num jogo de futebol fascína-me e quando estou a ver um jogo tudo isso me atrai. Para escrever sobre vitórias, polémicas, golos e fintas existem por aí muitos blogs. É só escolher... alguns até têm crónicas de jogos que se aproximam dos jornais desportivos.
Aqui, mal ou bem, TAMBÉM discutimos questões tácticas e estratégicas, o exercício da inteligência no futebol. Mal ou bem, TAMBÉM pomos esta coisa que temos no topo da nossa cabeça a trabalhar. Mal ou bem, com disparates ou sem disparates... falamos sobre futebol sem atirarmos as frustrações da vida para cima dos árbitros e para cima dos adversários. Porque para nós, o futebol não é um escape... é uma paixão.

6/3/07 10:10 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Boring

6/3/07 11:51 da manhã  
Blogger Aníbal Letra said...

ehehe :D

Tenho alguma comiseração por si caro anónimo, mas confesso que me faltam capacidades sinédoques para conseguir explicar o que o leva a regressar continuamente a um local que tanta alergia lhe faz.
Ainda lhe vão dar o nome de alguma patologia crónica... uma mistura do síndrome Cintra Torres com o de Cláudio Ramos.
Isto se tivesse nome... claro!

Abraço.

6/3/07 12:14 da tarde  
Blogger Jorge said...

Anibal:

concordo contigo, um ponta de lanca tem de fazer mais do que marcar golos o Postiga e um avancado muito inteligente a jogar sem bola e a guardar a bola, no entanto nao tenho gostado muito dele ja que me parece ter muitas lacunas para um jogador que e suposto finalizar as jogadas. Com jogadores como o Lizandro e o Quaresma nao deveria ser necessario ao Adriano ter de dar mais de dois toques seguidos na bola para a colocar num desses jogadores e dar tempo ao resto da equipa para subir no terreno. Eles que a guardem ;).

Quanto ao Bruno Alves, fui dos seus primeiros defensores e talvez o unico ha mais de um ano, mas o que me entristece e que depois de errarem tantas vezes na avaliacao de jogadores, os adeptos do Porto (e nao so) continuarem a ser tao lestos a assobiarem jogadores novos.

6/3/07 1:55 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Um avançado muito inteligente a jogar sem bola. Este último é inteligente, excepto quando usa as palavras. ahahahahahah

6/3/07 4:58 da tarde  
Blogger JRP said...

"Quanto ao Bruno Alves, fui dos seus primeiros defensores e talvez o unico ha mais de um ano"
desculpa lá Jorge, mas não foste o único...
:-)

6/3/07 7:12 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home