quarta-feira, novembro 08, 2006

Jesualdo Ferreira

Aproveitando a paragem forçada no campeonato, está na hora de fazer uma breve análise ao trabalho de Jesualdo Ferreira no F.C.Porto.
Antes de qualquer apreciação é forçoso reconhecer dois aspectos fundamentais e que podem servir de atenuante a algumas questões menos boas que ele tenha demonstrado:

1. Só está há 3 meses à frente do clube
2. A equipa à sua disposição é a mais jovem do campeonato e revela em determinadas situações tiques inevitáveis da inexperiência que ainda assola muitos dos seus jogadores.

Jesualdo Ferreira, tem uma grande vantagem sobre os recentes treinadores do Porto no período pós-Mourinho: É sóbrio, conhece o clube e os valores pelos quais se orienta! Couceiro também conhecia, mas faltava-lhe sabedoria e calo para a função.
É verdade que em determinados jogos (Londres e Braga) esteve mal! É verdade que por vezes não arrisca tanto quanto nós desejaríamos! É verdade que parece um obcecado pelo equilíbrio entre os sectores! A rodatividade da equipa não é seu apanágio, mas com uma equipa em construção é uma situação difícil de gerir. E Vierinha, Professor? Porquê?
Mas Jesualdo tem conseguido administrar tanto as situações más como as boas mantendo o mesmo discurso e que por sinal é um bom discurso: Calmo, inteligente... mas bastante abrangente e de fácil acesso. Nas conferências de imprensa fala para os portistas… e isso já não se via há algum tempo!
A equipa está a crescer de rendimento e não se pode excluir o treinador dos louros dos bons resultados, se ele é sempre o primeiro a apanhar nos momentos maus.
Nos últimos 6 jogos, período crucial que muitos (eu incluído) previram como determinante para o futuro de Jesualdo à frente do clube, o Porto conquistou 5 vitórias e um empate em Alvalade, vencendo o Benfica e por duas vezes o Hamburgo para a Liga dos Campeões... instalando-se na liderança isolada do campeonato e estando na luta por um lugar nos oitavos-final da Champions.

Há muito ainda para melhorar, há situações que têm que ser revertidas... mas a enorme juventude da equipa é um argumento fortíssimo que deve deixar os portistas descansados. Com mais jogos nas pernas, estes jogadores têm que evoluir e vão evoluir! Até onde é que não sabemos!

7 Comments:

Blogger O Situacionista said...

Caro Aníbal,

Excelente post !! Subscrevo na globalidade.

Como saberá sempre tive a dúvida, desde que o FCPorto o contratou, sobre se o Prof. é um VENCEDOR e se o é na medida em que se tem de o ser porque ainda para mais está a orientar o Dragão.
Ainda hoje a mantenho.

Por outro lado, o que mais me apraz no Prof. é que conseguiu trazer ao reino do Dragão a, como lhe hei-de chamar...talvez, retoma do trilho certo.
No fundo parece que com ele o FCPorto se está a REENCONTRAR consigo próprio !!
Ele compreendemos, nós compreendemo-lo, não sei, parece que há uma empatia...
E isso é bom, muito bom.

Só apelo ao Prof. para que NUNCA tenha receio. NUNCA se esqueça que é o treinador do FCPorto, o Bi-Campeão do Mundo. Nunca se esqueça que o FCPorto joga sempre para vencer. Seja onde for. Seja contra quem for.
Haverá momentos em que não o irá conseguir, mas se a equipa tiver deixado tudo em campo (atitude de Dragão) e não tiver sido por receio do treinador, nós estaremos SEMPRE ao lado de todos.

8/11/06 8:15 da tarde  
Blogger Pedro Reis said...

Ao fim de 13 jogos oficiais (9 da Liga e 4 da CL) e cerca de 3 meses de trabalho, sem ter feito pré-época e tendo escolhido apenas 1 jogador do actual plantel, eu estou globalmente satisfeito com o trabalho, com os resultados e com a evolução da equipa.
Podia ter sido melhor? Pode sempre, mas ninguém com bom senso lhe pode exigir muito mais nesta fase. Se alguém nos dissesse quando ele chegou, e conhecendo já o calendário que tínhamos, que à 9ªjornada tínhamos apenas cedido 1 derrota e 1 empate e na LC tínhamos 7 pontos em 4 jogos, dificilmente recusaríamos esse "score".

Mesmo o Mourinho (e sem querer fazer comparações) ao fim de 3 meses no FCP não tinha um percurso tão vitorioso.

Com isto também não quero dizer que o Jesulado é o maior, não tem defeitos e não comete erros.

Apenas que os prós estão a vencer os contras e a rampa, neste momento, é claramente ascendente!

8/11/06 10:59 da tarde  
Anonymous Acosta said...

As pessoas esquecem-se que o Mourinho esteve meia época em estágio a preparar a é poca seguinte!

9/11/06 10:10 da manhã  
Blogger Pedro Reis said...

Eu não me esqueço e por isso é que o referi.

Até seria curioso recuperar os resultados do Mourinho nessa 1ªfase só para termos uma ideia concreta do que falamos, não que em si isso encerre qualquer conclusão.

9/11/06 10:36 da manhã  
Blogger Zirtaev said...

Concordo em absoluto com o post. Uma boa análise.

No início tb eu fiquei muito reticente com a vinda deste treinador. Mas agora confio totalmente.

O que mais aprecio nele são as mudanças tácticas durante o jogo, embora tarde algumas vezes quando mexe, mexe sempre bem, tem uma óptima leitura do jogo. As análises no final normalmnete são muito boas tb realmente fala para os portistas.

Para já estou muito contente e acho, como ele, que o FCPorto ainda tem muito para evoluir.

Um abraço.
http://portistasdebancada.blogspot.com/

9/11/06 10:57 da manhã  
Blogger andre_vedder said...

Excelente blogue... continuem o vosso trabalho,....

www.futebolnatv.blogspot.com

(só para quem gosta de ver futebol na televisão)

9/11/06 6:08 da tarde  
Blogger Pedro Reis said...

O FCP prolongou o contrato com o Jesualdo Ferreira até 2008. Parece que nos andam a ouvir na Torre das Antas!

9/11/06 11:11 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home