quarta-feira, maio 23, 2007

Jesualdo... que futuro?

Jesualdo Ferreira chegou ao F.C.Porto no decorrer da presente época, teve que se adaptar às contingências existentes e que eram compostas de limitações e virtudes de várias ordens, soube com inteligência estruturar uma equipa e chegou a Dezembro com um capital de confiança acumulado enorme. Não se falava de problemas de comunicação, não se invocavam problemas administrativos... tudo era quase perfeito no Reino Azul. Com a reabertura do mercado e a paragem de Natal chegam os problemas: Reforços sem qualidade e uma sombra da equipa que encantara os adeptos portistas, com particular destaque para a falta de atitude e disponibilidade física. A segunda volta foi penosa, com 4 derrotas e algumas exibições muito medíocres... mas a conquista do Campeonato foi conseguida e de forme inteiramente justa.
Se há algo que eu possa apontar a Jesualdo Ferreira foi a sua incapacidade para inovar e a impaciência que revelou para com os jogadores menos utilizados. Vierinha, João Paulo, Ibson e Bruno Moraes são os casos mais flagrantes! Em determinadas situações faltou ao Porto sangue novo que o acordasse da letargia que lhe tolhia os movimentos...
Mas o que fazer com Jesualdo? A verdade é que ele ainda não conseguiu cativar os adeptos portistas e a sua margem de erro continua a ser diminuta. O seu discurso é pouco estimulante e é escasso em nervo, fibra e inspira pouca confiança. Mas ele deve continuar? É óbvio que sim! O F.C.Porto não pode andar a reconstruir uma equipa todos os anos e com a mudança constante de treinador é isso que acontece. É preciso manter Jesualdo mas corrigir determinadas situações que não estiveram bem este ano.

Em primeiro lugar, resolver o problema de comunicação, atribuindo a Vítor Baía o lugar do desgastado e escondido Reinaldo Teles. Isso permitiria a Baía permanecer próximo do balneário e como homem forte do futebol, ser a nova imagem de um Porto moderno, renovado mas mantendo o sentimento TRIPEIRO no carácter e na forma de viver o clube. Em segundo lugar e tendo em vista a forma física medíocre apresentada pela generalidade dos jogadores na segunda parte da época, seria interessante a contratação de um preparador físico de Top que devolvesse à equipa a frescura que já revelou em épocas anteriores.

Antes de se começar a comprar e vender jogadores ao desbarato, é necessário resolver estes problemas que estiveram à vista de todos. Depois... ok... depois falamos de jogadores.

Deixo-vos com as palavras de Jesualdo Ferreira no final do F.C.Porto-Aves. Se as suas declarações tivessem sempre esta raça e esta espontaneidade...

“Agora que estou neste grande clube, agora que ganhei o primeiro título da minha carreira, sei o quão difícil é ser campeão pelo F. C. Porto, sei o que é preciso ultrapassar para ser campeão por este grande clube. Ao fim de tantos anos de futebol, aprendi a ver por que razão é tão difícil ganhar títulos pelo F. C. Porto. Mas esta é uma casa de grande união, de grande solidariedade entre todos, entre treinadores, jogadores, administradores... Toda a gente neste clube se uniu e foi assim que resistimos as todas a contrariedades”

Directório de Imagens Actualizado

8 Comments:

Blogger Pedro Reis said...

Tenho mixed feelings em relação ao Jesualdo...
A seu favor tem o facto de ter sido campeão, de ter "lançado"/recuperado alguns jogadores (Fucile, B.Alves e Bosingwa) e de não ter tido as devidas condições para preparar a época.
Contra si especialmente a falta de atitude e de frescura física que a equipa teve na recta final do campeonato e a eliminação na Taça de Portugal.
É ainda relevante o facto de não se vislumbrarem alternativas credíveis e interessantes e de o clube não poder andar a mudar todos os anos de treinador.

Salvo uma hecatombe eu sou pela continuidade do Jesualdo. Provavelmente a racionalidade a sobrepor-se à emotividade.

23/5/07 11:03 da manhã  
Blogger DragãodeÁgueda said...

Relativamente ao treinador volto a dizer o que sempre tenho dito: não me encanta, mas também não vejo melhor disponível.
Jesualdo teve o enorme mérito de não se queixar, de não fazer choradinhos.
Apesar de estar mais só (abandonado pela SAD), que outro clube em Portugal teria suporte para ser campeão depois de perder o treinador de início de época da forma que perdemos o nosso?
Jesualdo por mim falhou em duas coisas (no mínimo):
1- fraca rotatividade de jogadores, embora condicionado por lesões;
2- contratações de Inverno (se é que teve voto no assunto)

Como é evidente falhou em mais coisas (Taça e carisma) mas prefiro dar-lhe o voto de confiança por ter sido capaz de ser campeão contra muita coisa...

23/5/07 11:28 da manhã  
Blogger Pedro Reis said...

Momento do ano do professor!
http://www.youtube.com/watch?v=5ogQ4-EnmG0

23/5/07 12:07 da tarde  
Blogger Aníbal Letra said...

eheehehehe
foi a primeira vez que Jesualdo se descontraiu!
Quem lhe deu um banho... parece-me que foi o Antero Henriques!

23/5/07 12:24 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Isto já começa a ser hábito, concordar com as tuas opiniões, Aníbal.
A partir de Dezembro fui sempre critico de Jesualdo. Já nem lhe dava margem de erro, tal como aos jogadores que nunca me convenceram: Ricardo Costa, Raul Meireles, Jorginho e...Adriano!!!
É, esta minha faceta de treinador de bancada com o coração perto da boca tem destas coisas. Cheguei a admitir que o melhor treinador para o Porto seria Manuel Machado, que fez um campeonato medíocre. Raul Meireles, Jorginho e Adriano, bem vistas as coisas até fizeram um campeonato razoável. Portanto, mudar só por mudar, é melhor deixar à consideração de quem sabe e já tem provas dadas e não ao meu julgamento.

23/5/07 1:03 da tarde  
Anonymous ricardo n said...

Nao sou fa do Jesualdo, ja aqui o disse. Concordo com as mudancas que o Anibal sugeriu... parece-me que a direccao se desgastou bastante ao longo dos ultimos tempos e dai a necessidade de se resguardar neste ano. Jesualdo sozinho la aguentou o barco... apesar de estar tudo furado e a meter muita agua. Ma condicao fisica, opcoes tacticas pouco inovadoras, ma gestao do plantel, contratacoes de inverno menos bem sucedidas, eliminacao da taca inesperada, discurso pouco motivador... enfim, apesar disso la nos trouxe o campeonato... E esta e' a razao pelo qual se esgotam muitos destes argumentos que poderiam ajudar ao seu afastamento. Para melhorar, tera muito trabalhinho pela frente na pre-epoca.

23/5/07 1:10 da tarde  
Blogger Pedro Reis said...

Foi o Antero foi.

23/5/07 2:37 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

As suas majestades Luis Filipe Orelhas e Soares Frangos preocupados com o futuro dos seus clubes resolveram instituir o Cartão Unico que vai resolver alguns problemas que ambos os clubes têm e deixar todos os seus sócios satisfeitos.

Por exemplo quando os sócios destes clubes quiserem pagar as suas quotas bastar dar o CU como pagamento que todos ficam satisfeitos.

Ou quando pretenderem comprar umas pizzas ou pipocas basta-lhes mostrar o CU para as pagar.

Para que os seus sócios não estranhem tanto esta iniciativa suas majestades Luis Filipe Orelhas e Soares Frangos vão ser os primeiros a dar CU diariamente como pagamento.

Fonte: Record on line

23/5/07 5:39 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home