domingo, junho 03, 2007

Anderson ou o que vai mal...

A transferência do Anderson pode ser o perfeito exemplo do que vai mal no nosso clube. O que vai mal ou o que está mal.

Obviamente que isto não vai ser uma análise simplista. Não é ter ficado sem um jogador que até poderia vir a ser um dos melhores do mundo na sua posição que serve de exemplo para o que está mal no nosso clube.
Considerando todas as condicionantes de uma equipa portuguesa para segurar jogadores, considerando as 3 lesões consecutivas que o rapaz teve em tão pouco tempo, considerando a idade do jogador e o valor da transferência e considerando as suas ridículas declarações a seguir ao jogo contra o Aves, acho o desfecho mais ou menos previsível, ou pelo menos, natural. E até se pode considerar que foi muito dinheiro para isto tudo.

O que já enche, já enoja e já não dá para aguentar é esta política por parte da SAD (e quando digo SAD digo Pinto da Costa, porque estamos fartos de saber quem é que manda e só um anjinho pensaria de maneira diferente) em que ninguém informa os sócios e só se fala para os adeptos dos clubes rivais.
Época após época, o plantel é sempre o melhor plantel de todos os anos de presidência à frente do clube. Este comentário já enche. Suponho que encha alguns sócios e adeptos de fervor clubista e deixa até alguns com o falo inchado. Para os sócios e adeptos que têm cabeça, este comentário, provoca náuseas. O melhor plantel de sempre do FCP e dos melhores planteis de sempre do futebol mundial é o plantel de 87. Não há qualquer tipo de dúvidas. Pode-se dissecar a equipa de 2003 de Mourinho, compara-la com o futebol actual e passado, fazer mil e um cálculos matemáticos, mas quando toca a qualidade pura e dura, a criatividade, fantasia e amor ao clube, a equipa de 87 é a melhor e ponto final.
Todos os anos, o plantel não vai sofrer alterações. Não vão entrar jogadores, não vão sair jogadores. Só vão haver "retoques".
Ora bem, o primeiro retoque deste ano foi a saída do ídolo de grande parte da massa adepta e de um dos jovens mais promissores do futebol mundial dos últimos tempos. Mas não chega já de brincar com estas coisas? Os sócios e adeptos têm direito a saber as intenções do clube. Ou pelo menos, têm o direito a não serem levados em erro.
Os Kompensans e companhia também já enchem um bocado, especialmente quando ditos sem nada matematicamente definido. Se por acaso este ano tivesse corrido para o torto, não era o senhor Pinto que iria ficar com os ouvidos cheios mas os sócios e os adeptos que vivem o dia a dia com o Porto no coração e no convívio com gentes de outras cores.

Para já, o FCP segundo várias fontes terá encaixado mais ou menos 25 milhões de euros. Só claro está, o futuro dirá o que será feito com este dinheiro. Pelo passado recente, em que entraram 100 milhões e não 25, os resultados estão à vista e já se falou neles o suficiente (ou talvez não). E agora o que irá acontecer?

Para já aconteceu um lateral brasileiro de 29 anos e um médio jovem brasileiro que está suspenso por um ano por agredir um árbitro enquanto se confirmou que Helder Barbosa, Vieirinha e Paulo Machado (entre outros) não vão sequer fazer a pré época com o plantel principal.
Vamos voltar a ter estrangeiros (como de costume, brasileiros) que em valor não acrescentam nada de especial enquanto poderíamos ter jovens da casa pelo menos a fazer o número e pelo menos a fazer igual (não pior, porque em alguns casos do nosso plantel fazer pior é impossível) que jogadores estrangeiros que se notabilizam por criar problemas quando em grande número e certamente mais caros que os nossos jovens.

E lá está. Depois de olhar para este artigo e ler do princípio ao fim, eu pessoalmente fico com a sensação que não disse nada de mais. E não disse mesmo. É mesmo básico isto que está aqui escrito. É tão verdade e tão básico que uma pessoa se pergunta como é que possível cair nas mesmas asneiras, ano após ano.

A resposta é também ela, básica.

31 Comments:

Anonymous miguel87 said...

...e 'mai nada!!'

3/6/07 4:38 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Eles estão lá para mamar dinheiro.

querem lá saber de gestão ou dos jogadores de formação.

Têm é que aue arranjar dinheiro para continuarem com as suas vidas de lordes e playboys.


sustentar casinos,putas caras,carrões e casarões sai caro.....

3/6/07 5:20 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

assim,só por curiosidade, o que faz o david hasselhoff num post a falar do Anderson e da má gestão de Pinto da Costa?

3/6/07 5:35 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

PEÇO A QUEM TIVER ASSISTIDO A UM ACIDENTE NO DIA 20 DE MAIO, À SAIDA DO FCP-AVES ENTRE UMA MOTA E UM CARRO, NA AV FERNAO MAGALHAES JUNTO A PRACA VELASQUES, O FAVOR DE ME CONTACTAR PARA O Nº 916842890 OU PARA O MAIL ncmarinho@gmail.com. OBRIGADO

3/6/07 5:37 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

É o Michael Knight... autor do Post.

3/6/07 5:48 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

tens razão michael. se fosse o rui moreira a escrever isso, chamava-lhe já nomes.

3/6/07 7:47 da tarde  
Blogger F.C.Limpa Tudo said...

Caro Michael Knight

Como sabe a história do nosso Clube, desde sua fundação é feita por muitos condicionalismos, dos quais a inveja dos nossos inimigos, sempre foi a nossa sina.

O Anibal Letra, tem um post brilhante publicado em 9 Abril, aliás com a sua autorização o coloquei noutros blogs, para reforçar também a minha opinião. Esse post, que só vou transcrever este bocadinho:

”Pinto da Costa é presidente do F.C.Porto há cerca de 25 anos. Conquistou um infindável número de campeonatos e Taças de Portugal, às quais juntou dois títulos de Campeão da Europa e de Campeão do Mundo, para além da Taça UEFA e Supertaça Europeia. Deu dimensão ao clube, aumentou a capacidade do Estádio das Antas, construiu o Dragão, pôs um centro de estágio à disposição do clube, defendeu-o de todos os ataques que sofreu e continua a sofrer e manteve um ecletismo a nível de modalidades amadoras ímpar. Lançou as bases do F.C.Porto do século XXI. Ele foi o melhor presidente que este clube já teve e muito provavelmente alguma vez terá. Claro que para os teóricos de casa de banho, gerir um clube é do mais básico que há… basta contratar bons jogadores e ganhar títulos. A complexidade da obra de Pinto da Costa é ignorada, esquecida e violentada… propositadamente ou não, não quero saber. Colocar um clube de província, como o melhor clube de futebol em Portugal, num país tão massacrado pelo centralismo, é um feito inolvidável e que merece de todos os portistas que vibraram com as vitórias históricas do Porto, uma gratidão intemporal. Apontar-lhe e coleccionar-lhe os erros é um exercício que quem nunca fez nada na vida e se escondeu de todos os desafios, pode se dedicar com estoicismo… mas, para um portista, ignorar a obra deste homem, é muito triste.”

O mundo do futebol não é preto e branco ponto, tem muito também de outras cores. É evidente que quem está a gerir qualquer coisa, comete erros, mas quem é que nunca os cometeu? Como muito bem diz o Anibal para alguns gerir o F.C.Porto é do mais básico que há.
A política comunicacional, no meu ponto de vista é de extrema importância no futebol, senão vejamos, um passe de um jogador poderá desvalorizar, se o presidente de qualquer Clube, comunicar que o pretende vender, pelo contrário, convém estar muito caladinho se quiser comprar alguém, em virtude de o passe inflácionar.

O sr por acaso acredita que o nosso Clube teria sucesso nestes últimos anos, se não tivesse seguido a política que até agora tem enveredado?

Então a política do sportem é a mais indicada, terá a melhor academia etc., mas em termos desportivos nada, uma taça em cinco anos, será o que é bom?

Todos os nossos condicionalismos de ter que lutar contra tudo e contra todos, é que no meu ponto de vista, não nos permitem ter uma gestão mais equilibrada.

Não digo como já referi, que não se cometem erros, mas quem somos nós para julgar a gestão do Clube? O máximo que poderemos fazer será especular. Não temos, pelo menos não tenho elementos que me permitam fazer uma análise aprofundada.

Espero que sejamos pacientes, para na altura certa fazer o julgamento com justiça, pois nunca se pode julgar alguém sem ser ouvido.

Saudações Portistas

Ps.: Espero que não venha também com a rábula de ser funcionário da SAD e andar a defender o tacho ou comissão.

3/6/07 7:55 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

limpa tudo,também te pagam para andares aqui ao domingo à hora de jantar?
xii,trabalho precário...
vê lá se te dão umas migalhas das comissões que vão facturar.

3/6/07 8:39 da tarde  
Anonymous ze rosario said...

Continuam a chover no molhado, as eleições foram há pouco tempo, com tanta inteliência junta, porque não se candidataram?
Falar é fácil, continuo a pensar que as más linguas são de infiltrados. Apoio e concordo com a maior parte do que diz o limpa tudo, talvez porque sofri na pele, anos e anos de jejum de títulos. Não estou reformado nem mamo na SAD, tenho um número de sócio abaixo dos 10 ooo, que não me dá como é claro qualquer privilégio, só me deu muita experiência. Saudações dragonianas para todos, muito especialmente para o limpa tudo.

3/6/07 9:26 da tarde  
Blogger verdadeiro said...

O f.c.limpa tudo é, na realidade, o Reinaldo Teles.

Michael Knight, grande regresso.

Que saudades do Adriaansebestfriend ...

3/6/07 9:44 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

3/6/07 10:41 da tarde  
Anonymous ACOSTA said...

Michael tenho estranhado o teu silêncio!
Arranja lá tempo para postares mais vezes, temas não têm faltado.

Acho que no meio destes cataventos todos há, ainda assim, boas ideias, de ambos os lados! Ou melhor, boas intenções, genuinas (assim quero crer).

O que os defensores da SAD criticam nas opiniões dos que, como eu, exigem outras atitudes de gestão a estes "administradores" é que olham para essa criticas como se estivessemos a renegar a obra do PC ou o seu amor ao clube...

Falando por mim, o que é criticável são as más decisões (muitas!!!) que têm lesado o património do clube sem que tenham contribuido para o sucesso desportivo.
O grande problema não será a venda do Anderson, mas o que se fará a seguir.

Descontando o que não sabemos, a verdade é que:
_os custos da SAD extra equipa de futebol (basta ver as contas, públicas) são impensáveis para uma operação com este déficit;
_ai se incluiem as remunerações dos SADs - tudo bem, como ver tanto dinheiro a passar e resistir à tentação???
_a politica de contratações, a gestão da cantera, as vendas e os empréstimos, têm descaracterizado a equipa e o clube - até os ex-jogadores, mais antigos, o dizem...

No meio disto tudo, existem os SADs com irmãos Agentes..., os amigos Agentes, os irmãos de outros ainda são os donos das casas onde ficam os jogadores mais jovens com rendas pagas pelo FCP... bem mas se começarmos a enumerar...

OK, acredito que se os nossos gestores fossem anjinhos, provavelmente não chegariamos a algum lado... mas "à mulher de César não lhe basta ser séria, tem que parecer", e isto não é um problema de gestão de comunicação.
É uma evidência de gestão.

Sabemos que jamais poderiamos ter o dinheiro do Manchester, ou de um qualquer espanhol mas, convenhamos poderiamos estar sem metade dos problemas que ora temos.
Pensando bem:
em que é que as despesas em que a SAD se tem metido tem ajudado às vitórias desportivas?

Os sucessos internacionais que conseguimos foram sempre assentes em equipas equilibradas e de custos de formação controlados.
No ano Fernandez, com todo aquele ataque ao tesouro, que vitórias podem ser atribuidas aos gastos feitos?

Aprender com os erros dos outros é dificl, mas com os nossos temos obrigação de aprender.

Devemos muito a JNPC, provavelmente, depois da sua morte (que venha muito tarde) teremos uma estátua do homem junto ao estádio. Mas nenhum homem está imune às criticas, "quem semeia ventos colhe tempestades".

A todos os que gostam de esgrimir os nºs de sócio, os anos que iam às Antas... tenho que dizer que devem sofrer de Ahlzaimer, pois desde o tempo do Pedroto (sim, desde ai) que se fala da especial propensão para o dinheiro que entrava no clube não ter o melhor dos destinos...

Sem massa critica não há evolução, o melhor líder não é o que cala as criticas, mas o que as vence, ou as aceita.

4/6/07 12:00 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Esta "GENTE PORTISTA",sabe disto à BRAVA,quando PC,sair,portistas,VAMOS TER O PARAÍSO : Titulos e mais Titulos,contas perfeitamente equilibradas etc,etc, .QUEM ACREDITA???!!!..... Meu Deus cada VEZ TENHOMAIS MEDO DO FUTURO.TANTA PRESUNÇÃO!!!!!!!!!

4/6/07 12:45 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

O Tio Reinaldo não desiste...

4/6/07 1:16 da manhã  
Blogger Michael Knight said...

É incrível a pouca capacidade para a critica que algumas pessoas têm. Mas com palas à frente dos olhos é complicado ver alguma coisa.

Eu sei perfeitamente que o sporting ganhou muito poucos títulos e que nos temos ganho imensos. Mas, quando nos não ganhamos eu gostava de ficar com o sentimento de que tudo se fez para ganhar e que simplesmente os outros foram melhores.

E isso já não acontece há MUITO tempo. Ganhamos 15? QUERO GANHAR 20.

4/6/07 8:54 da manhã  
Blogger Aníbal Letra said...

Como já repeti várias vezes, faltas de respeito para com a opinião alheia, não são admitidas. Cada um tem direito à sua opinião.

4/6/07 9:37 da manhã  
Blogger Aníbal Letra said...

Concordo com o Michael Knight no que à gestão financeira do clube diz respeito.
Há no entanto algo que é indesmentável e indefensável para quem critica a SAD: Em 25 anos ganhamos mais de quinza campeonatos, não sei quantas taças de portugal, duas Ligas dos Campeões, uma Taça UEFA, fomos duas vezes campeões do mundo.
Concordo que temos que aprender com os erros... concordo com uma maior aposta na formação... mas não nos tranformemos num novo Sporting. O Sporting em 25 anos ganhou o campeonato duas vezes e outro par de Taças de Portugal. É este o modelo a seguir???

4/6/07 9:42 da manhã  
Blogger Aníbal Letra said...

Michael:
"Eu sei perfeitamente que o sporting ganhou muito poucos títulos e que nos temos ganho imensos. Mas, quando nos não ganhamos eu gostava de ficar com o sentimento de que tudo se fez para ganhar e que simplesmente os outros foram melhores."

Vitórias morais não!!!! Passamos mais de vinte anos com as vitórias morais para trás e para a frente. Não ganhavamos... mas tínhamos estado 5 estrelas... demos o nosso melhor e para a próxima é iria ser. Isto é mentalidade LAGARTA e LAMPIÓNICA e não pode ter sido isto que tu quizeste dizer pois eu sei que não pensas assim!
Para o Porto e para os portistas, o segundo lugar é o o último e não podem haver qualquer desculpas para esse fracasso. Ganhar sempre... esta é a mentalidade do Dragão.

4/6/07 9:48 da manhã  
Blogger F.C.Limpa Tudo said...

Caro Acosta

Vou responder-lhe em particular, mas espero que não veja neste meu comentário, algum pretensiosismo.

O sr escreve ”O que os defensores da SAD criticam nas opiniões dos que, como eu, exigem outras atitudes de gestão a estes "administradores" é que olham para essa criticas como se estivessemos a renegar a obra do PC ou o seu amor ao clube...”

Vai desculpar-me, da minha parte não vê nenhum argumento para essa tese. Sim que nunca esqueçamos a sua obra, nem tentemos branquear o passado, pois como o sr sabe muito bem, quando pegou no Clube, nem dinheiro para medicamentos existia.

Escreve também ”Falando por mim, o que é criticável são as más decisões (muitas!!!) que têm lesado o património do clube sem que tenham contribuido para o sucesso desportivo.
O grande problema não será a venda do Anderson, mas o que se fará a seguir.”


O sr verifique o que se escreveu, relativamente às ultimas contratações, nomeadamente do Lucas e Renteria, e o que diz o Prof sobre as mesmas, nomeadamente que assume total responsabilidade. Uma mentira muitas vezes repetidas, não se transforma em verdade, só por nós o pretendermos.

O que se fará a seguir, como tenho confiança em quem está a gerir os destinos do Clube, será seguirmos no trilho do sucesso. Vendemos Futre, Rui Barros, Vitor Baía, Fernando Couto, Jardel, Deco, Kostadinov, Domingos, Ricardo Carvalho, Paulo Ferreira, Costinha, Maniche...etc.etc., nunca deixamos de ter sucesso e eventualmente as contas no vermelho. Já agora explique-me, no futebol quem tem lucros na sua gestão? Também explique se quer ter lucros, para tirar dividendos ou para os dar a outros? Olhe que sou pequeno accionista e estou-me marimbando para os lucros.

Escreve também ”No meio disto tudo, existem os SADs com irmãos Agentes..., os amigos Agentes, os irmãos de outros ainda são os donos das casas onde ficam os jogadores mais jovens com rendas pagas pelo FCP... bem mas se começarmos a enumerar...”

Escreve-se e diz-se tanta coisa, olhe por exemplo que o Porto ganha campeonatos com a ajuda dos árbitros, o sr acredita nessa tese?
Já trabalhei em várias organizações, e em todas elas o diz que diz, a intriga o boato, de vez em quando lá aparecia. Mas quem é perfeito? O sr acha-se competente para assumir os destinos do Clube? Eu desde já digo que não.

Mais uma vez escreve ”A todos os que gostam de esgrimir os nºs de sócio, os anos que iam às Antas... tenho que dizer que devem sofrer de Ahlzaimer, pois desde o tempo do Pedroto (sim, desde ai) que se fala da especial propensão para o dinheiro que entrava no clube não ter o melhor dos destinos...”

Eu por acaso sou um sócio muito antigo, nunca me viu a esgrimir o meu nº, nem a puxar pelos galões da antiguidade, pois acho que temos todos as mesmas responsabilidades. Todavia não queira também que os mais velhos, sejam colocados à margem ou não possam também ter opiniões. Mesmo que eventualmente tenham a doença de Alzheimer, não deixam de ser PORTISTAS e como verifica no que me diz respeito a doença felizmente ainda não chegou.

”Sem massa critica não há evolução, o melhor líder não é o que cala as criticas, mas o que as vence, ou as aceita.”

Estou totalmente de acordo, quando as criticas sejam construtivas e em tom elevado, nunca pelo lado do insulto.

Saudações Portistas

4/6/07 10:05 da manhã  
Anonymous Acosta said...

Nem Sporting nem Salgueiros.

4/6/07 10:28 da manhã  
Blogger Aníbal Letra said...

Acosta:
Não exageremos... Salgueiros???
A situação financeira do Sporting é terrível... pior que a do F.C.Porto! E ainda por cima... não ganham nada. Não nos transformem em lagartos... as grandes alegrias deles vão começar agora em Julho e Agosto. Durante 1 mês, talvez dois... ninguém os cala...

4/6/07 10:38 da manhã  
Anonymous Acosta said...

Anibal,

é óbvio que o Salgueiros foi uma provocação:))

Como alguém disse (:)) as coisas não só pretas ou brancas!

Uma gestão de abundância mais rigorosa não é, necessariamente, uma má gestão desportiva.
Aliás, bem pelo contrário, defendo esse rigor para melhorar em toda a linha a gestão e os sucessos desportivos (sim, o lucro de que falo mede-se em titulos).

A única coisa em que sou mais fundamentalista tem a ver com a utilização do que é nosso - o talento português.
Mas sou assim em tudo, se não consumiromos o que é nosso (a globalização deve, em toidas as frentes, ser balanceada) qualquer dia deixamos de ter "produção".
Como na cosntrução civil, em que temos que importar mão de obra, também na industria da bola, sendo Portugal um pais "produtos" (neste momento mais um interposto), estaremos sem oferta para a procura dos "grandes clientes". Mas isto são contas de outro rosário.

Da lagartada, só gostava mesmo de ter uma cantera tão produtiva.

Como uma vez já disse, uma das coisas que me deu mais prazer nas vitórias internacionais do FCP foi o enorme peso que os jogadores lusos (e treinadores, e porque não, os dirigentes) nelas tiveram...

4/6/07 11:08 da manhã  
Anonymous Acosta said...

Duas pequenas notas par o sr. Limpa Tudo,

tanto fala de criticas costrutivas, tanto critica os criticos que se limita só (só mesmo) a elencar os argumentos sem, em momento algum, os rebater também com argumentos - ainda que as mais das vezes revele um elevado deconhecimento de causa do que é escrito!

Por outro lado, dá razão a todos os quantos o chamam "funcionário da SAD", pois a marcação que faz (neste e noutros espaços) aos criticos é reveladora de um "espirito de missão anormal" que ultrapassa a devoção ao clube.
Digno de um sacerdócio partidário.
Ou isto ou então sobra-lhe muito tempo, tem internet à borla e está a ver se ganha pontos por bater todos os recordes de navegação.

4/6/07 11:16 da manhã  
Blogger Aníbal Letra said...

Acosta... nesse aspecto estou plenamente de acordo contigo!!!

E também me dá uma grande satisfação ver um miúdo das escolas de formação a jogar na equipa principal. Mas temos também que ser nós os adeptos a criar condições para isso ser possível. Ter paciência e dar-lhes uma margem segura para eles evoluírem. Infelizmente não é isso que vem acontecendo. Ainda o ano passado assisti petrificado a uma crucificação pública abominável de Ivanildo no Estádio do Dragão, depois de uma exibição fraquinha. Assim, não vamos lá... os portistas também têm que ajudar, não pode ser só exigir, exigir e exigir. Atirar a culpa para os outros é muito fácil, mas se um jogador de 18 anos ou 20 anos não tiver margem para errar... como poderá singrar? Lembro emocionado quando Ricardo Carvalho teve um erro brutal no seu primeiro jogo a titular e que custou um golo do Salgueiros. O estádio em peso, devolveu o erro com uma enorme salva de palmas a Ricardo Carvalho. Nesse momento eu tive um orgulho enorme em ser portista!!! É pena que isso não aconteça com outros jogadores. Uns são engraçados e outros não caiem em graça... enfim!

4/6/07 11:19 da manhã  
Blogger F.C.Limpa Tudo said...

Acosta

Concordo em absoluto com o seu ultimo comentário, no que diz respeito ao talento português. Gostaria de sublinhar que também não podemos descurar outros mercados, desde que sempre com qualidade. Repare, o ultimo campeonato do Mundo de sub 20, admirei 2 equipas(Turquia e México), para além das já tradicionais.

O mercado Brasileiro tem que merecer sempre uma atenção especial, são 300.000 de habitantes onde os jogadores nascem como cogumelos, e depois temos o problema da língua.

Saudações Portistas

4/6/07 11:22 da manhã  
Blogger F.C.Limpa Tudo said...

Acosta

Vamos ser sérios. O sr quando escreve o seu primeiro comentário referia-se a quem? Quando escrevi o meu, foi relativo ao post.

Depois rebati o seu comentário, questionei-o várias vezes, respostas zero, nenhuma.

Responda às questões que lhe coloquei.

”Por outro lado, dá razão a todos os quantos o chamam "funcionário da SAD", pois a marcação que faz (neste e noutros espaços) aos criticos é reveladora de um "espirito de missão anormal" que ultrapassa a devoção ao clube.”

O sr também está a comentar agora, então também é funcionário do Clube? Quem é o sr para coarctar a minha liberdade de me exprimir, quando e quando quiser? A minha missão é a defesa do F.C.Porto e a sua missão anormal é defender o quê?

”Ou isto ou então sobra-lhe muito tempo, tem internet à borla e está a ver se ganha pontos por bater todos os recordes de navegação.”

Conte os comentários que fiz e os que o sr fez, verificará que então os recordes foram batidos pelos dois.

Fique bem

4/6/07 11:39 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Ó Reinaldo, deves ser um gajo muito chato nas reuniões de condominio...
Espero não te encontrar na bancada do Dragão nem no metro... acho que não ia aguentar

4/6/07 1:16 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

4/6/07 1:44 da tarde  
Blogger verdadeiro said...

anibal letra, estou a ver que, ao contrário do que pensava, não sou a única pessoa do mundo a lembrar-se desse episódio na estreia do Ricardo Carvalho.

Ainda era bastante novo, mas se bem me recordo, o R.Carvalho marcou uma auto-golo muito estúpido logo na estreia (embora seja possível que tanha sido um mau atraso, já não tenho a certeza), que deixou o resultado em 0-1 para o Salgueiros.

Imediatamento depois do golo ouviu-se uma avalanche incontrolável de palmas e cântigos de incentivo àquele "desconhecido" que acabara de fazer alta merd* em plena estreia.

Foi um dos momentos mais marcantes a que assisti nos Antas. Daqueles que nos faz pensar que realmente somos um povo superior.

Infelizmente parece que esse espírito morreu.

Os adeptos estão a ficar cada vez mais impacientes e intolerantes e, só porque têm a convicção (muitas vezes legítima) que este ou aquele jogador não têm categoria para jogar no Porto, acham que o devem assobiar a torto e a direito.

Esquecem-se é que, muitas vezes, o jogador só não joga melhor porque não consegue e assobiá-lo só o vai fazer piorar.

Se um jogador é realmente mau, a culpa não é dele, é de quem o contratou, e a partir do momento em que defendem o nosso clube, bons ou maus, devem ter o nosso apoio.

4/6/07 2:34 da tarde  
Blogger verdadeiro said...

Ah, e acabamos por dar uma cabazada (5-1 se não estou em erro).

4/6/07 2:35 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Estou a descobrir quem começa a assobiar no Dragão a partir do segundo minuto.

4/6/07 2:55 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home