sábado, abril 07, 2007

História em verbo

Image hosted by Photobucket.com5-1 Image hosted by Photobucket.com
Jorginho; Adriano(2), Postiga, Anderson

Improvisar, golear, inventar, rodar, experimentar e... acabar por se mutilar!

Face à onda de lesões que nos assola, a equipa foi bem montada por Jesualdo, com Jorginho e Cech em grande evidência. Os 4 golos foram resultado da constante movimentação do meio-campo e do ataque... primeiros 45 minutos de excelente futebol.
Ao intervalo, o Professor voltou a mexer mal na equipa: Porquê tirar Jorginho, o melhor jogador em campo? Para dar algumas hipóteses aos Sadinos? Porquê não retirar logo Lucho e passar Bosingwa para trinco? A segunda-parte foi mais monótona e só Anderson, que ainda evidencia grande falta de ritmo, conseguiu animá-la com dois passes sensacionais e um golo de antologia.
Para finalizar... pouca coisa podia ser pior: Pepe lesionou-se com gravidade e não deve poder ajudar mais a equipa esta época. Uma enorme dor de cabeça para Jesualdo e para todos os portistas. UNIÃO... é preciso UNIÃO para encararmos estes seis jogos como verdadeiras finais. Para já... vamos invadir COIMBRA!


Melhor em Campo - Jorginho: Dinamizou o ataque e deu velocidade à transposição de jogo. Marcou um golo, deu outro a marcar e foi enorme na forma coma abriu espaços para a penetração dos companheiros. Incrível como é possível deixá-lo no balneário ao intervalo.

Arbitragem - Paulo Baptista: : Jogo demasiado fácil de dirigir. Teve alguns erros mas de pouca monta.

9 Comments:

Anonymous Dragão_de_Lisboa said...

Vamos ver se ainda é possivel recuperar o Pepe para o jogo do Bessa. Falam em 4 semanas de recuperação... Em relação aos outros jogos é a oportunidade de Ricardo Costa demonstrar que pode ser útil ao FCP. É agora ou nunca!

Relativamente ao jogo, mais uma vez, muito mal esteve o Jesualdo nas substituições. Porque é que não fez entrar o Castro para o lugar do Lucho ao intervalo? Era o jogo perfeito para o miúdo... Em vez disso, preferiu tirar Jorginho e meter Lucas Mareque, que a par de Renteria, figura nas duas contratações escolhidas pelo Jesualdo para esta época. Olhem se ele tivesse tido hipótese de escolher a equipa toda?!
Faltam seis jogos, se tivermos sempre a atitude da primeira parte, o campeonato é nosso.

7/4/07 3:15 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Grande jogo do Jorginho. Trata-se deum BOM profissional e bom jogador, cujo unico senão è alguma fragilidade fisica, o que nem sempre lhe permite, estar bem.Claroque não è extremo,como chegou a ser utilizado e MERECE outro apoio dos portistas.

7/4/07 3:22 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Ricardo Costa?
vamos la ver

7/4/07 6:13 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Não temos outro...

7/4/07 7:59 da tarde  
Blogger DragãodeÁgueda said...

Uma coisa que salta à vista e me dá supremo gozo de ler é a coerência dos "fazedores de opinião". São esses mesmos que conseguem dizer que no golo do Setúbal não há falta sobre o Mareque (e não há de facto) e no livre que dá o golo ao Benfas há falta do Fucile sobre o Sim(ul)ão. Para mim aqui houve de facto falta... falta de argumentos para marcar um golo limpo, falta de tempo que estava quase a chegar ao fim o jogo, falta de coragem para dizer ao jogador "levanta-te e joga que isto não é para meninos...
Ah como é excelente ser coerente...

7/4/07 11:48 da tarde  
Blogger Pedro Reis said...

Vi ontem o jogo todo do FCP o que é para mim uma raridade.
Vi uma 1ªparte excelente e fiquei para a 2ª porque soube que o Anderson ía entrar. E ele, mesmo a 50%, merece que "lá" estejamos por ele!

Destaques positivos:

Jorginho: Excelente, golo, assistência e banho...
Lucho: Mesmo a trinco, com todo o défice físico de quem joga interruptamente desde 2004 e não fez as 2 últimas pré-épocas (é bom que se lembrem disso antes de o criticarem), foi um autêntico relógio suiço.
Adriano: +2 golos de matador
Anderson: aqueles passes de morte e o golo merecem vénias no regresso do mágico!

Destaques negativos:

Jesualdo: Depois da forma excelente como montou a equipa na 1ªparte, desculpem lá o termo mas só fez merda na 2ª! Vitor Baía para poder ser campeão ou Castro para poder rodar era o que esperávamos. Agora Mareque??? F***-se! E ao Vieirinha mal lhe deu tempo para aquecer. Já para não falar em ter tirado o Jorginho (e depois o Adriano)...

Centrais: Pareciam que andavam a beber sono, o Pepe e o B.Alves deram mais casas num jogo do que no resto do campeonato. Felizmente sem consequências... E o Pepe ainda se lesiona num lance em que podia ter sido mais inteligente...

Mareque: Bilhete de volta para a Argentina. Bem diziam uns adeptos do River Plate com quem falei na altura em que ele veio, que não valia um charuto... Ou dá uma volta de 180º e depressa ou o Lucho para conselheiro não serve...

Falhanços do Cech e do Postiga no início da 2ªparte: Como é possível? O mais óbvio é falta de classe, mas enfim...

8/4/07 11:17 da tarde  
Anonymous andre said...

"Porquê não retirar logo Lucho e passar Bosingwa para trinco?"

Anibal,
o JF fez isto mesmo. Não fez aos 45', mas aos 57'
A saida do Jorginho é injusta, pois de facto estava a fazer um bom jogo

9/4/07 9:33 da manhã  
Blogger Aníbal Letra said...

Pois fez, André! Mas aí já não tinha Jorginho, o principal dinamizador do jogo do Porto na primeira-parte.

9/4/07 12:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

No geral estou de acordo com as análises e também nos erros de avaliação do Jesualdo.
Gostei muito da atitude na 1ª parte e não gostei nada da "atitude" na 2ª parte.
Fez-me lembrar um jogo recente do Espanhol de Barcelona. Jogaram, marcaram e desleixaram perante um adversário fraquinho.
Devido a essa atitude de irresponsabilidade o adversário num minuto marca dois golos e colocaram a eliminatória em risco.

9/4/07 3:27 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home